BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Comerciantes denunciam roubos em estabelecimentos em frente ao Palácio do governo

Comerciantes denunciam roubos em estabelecimentos em frente ao Palácio do governo

Da Redação

02 de Junho de 2007 às 08:46

Foto: Divulgação

*Diante da ausência de policiamento ostensivo no período noturno e da escuridão reinante na praça Getúlio Vargas, marginais e criminosos arrombam e furtam bancas de revistas, bares, lanchonetes e as aparelhagens de som dos veículos automotores estacionados nas proximidades do palácio ou sede oficial do governo Ivo Cassol. Exemplo: Em menos de nove meses a banca de revista Palácio foi arrombada duas vezes, conforme ocorrências policiais registradas pela funcionária pública e proprietária da banca, identificada pelo prenome “Lindomar”. *Inconformada com os sucessivos prejuízos, Lindomar declarou à reportagem: “A completa ausência de policiais durante a noite serve para facilitar os arrombamentos nas proximidades do Palácio Getúlio Vargas. Num final de semana, em outubro do ano passado arrombaram a minha banca de revistas e meu causaram um prejuízo superior a R$ 2.000,00. Levaram telefone; aparelho de TV; as revistas mais caras; livros, enfim, tudo o que foi possível carregar. No feriado de Nossa Senhora Auxiliadora, no dia 24 de abril, arrombaram mais uma vez a banca. Levaram revistas; DVDs; CDs. Desta vez os prejuízos ultrapassam R$ 800,00. Levaram até o meu aparelho de telefone”, disse. *Lindomar confirmou também os arrombamentos e sucessivos furtos nas lanchonetes e outros comércios instalados nas proximidades do palácio e praça Getúlio Vargas. “Sinceramente, eu espero providências saneadoras por parte da Segurança Pública”, requereu.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS