VILHENA: PM segue para área de conflito agrário; informações apontam cinco mortes

No ano passado, empresário pioneiro foi feito refém por invasores

VILHENA: PM segue para área de conflito agrário; informações apontam cinco mortes

Foto: Divulgação

Por telefone, o a reportagem confirmou, na manhã desta quinta-feira, 14, junto à Polícia Militar de Vilhena que a corporação recebeu a denúncia dando conta de um confronto armado que teria deixado cinco mortos numa área de terras em litigio, e que viaturas já estão seguindo para o local.
 
Conforme mostrou o jornal, a propriedade, conhecida como Fazenda Vilhena, pertence ao empresário pioneiro o pioneiro na cidade, Heladio Cândido Senn, o “Nego Zen”. No ano passado, ele e a esposa chegaram ser feitos reféns por um grupo de invasores.
 
Como a fazenda fica muito distante da área urbana, as informações chegam com lentidão e ainda não foram oficialmente confirmadas. Mas, em contato com um velho amigo do próprio Nego Zen, ele afirmou ter ouvido de um familiar que ele e outros parentes estariam entre os feridos.
 
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS