BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

JI-PARANÁ: Medidas sanitárias são reforçadas para conter transmissão da Covid-19

“O Governo está atuando bravamente no combate à pandemia fazendo chegar ao rondoniense os testes, exames, medicamentos e tratamentos”

GOVERNO DE RO

12 de Novembro de 2020 às 15:56

Atualizada em : 12 de Novembro de 2020 às 15:57

Foto: Divulgação

 

GOVERNO DE RO - Apesar da massiva onda de coronavírus, iniciada em março de 2020, o Governo de Rondônia vem atuando no sentido de impedir a proliferação, detectar a doença e o tratamento das pessoas acometidas pela Covid-19.

 
A 1ª Gerência Regional de Saúde (1ª GRS), sediada em Ji-Paraná, já entregou 7.800 kits do exame denominado RT-PCR, da sigla em inglês “reverse-transcriptase polymerase chain reaction”. O Governo disponibilizou 10 mil kits do RT-PCR para a região Central.
 
O exame é considerado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como o mais eficaz para o diagnóstico da Covid-19. “É o padrão-ouro. Nesse exame é possível obter o ácido ribonucleico (RNA) do vírus”, detalha a diretora de epidemiologia da 1ª GRS, enfermeira Suzemar Ferreira.
 
“O Governo está atuando bravamente no combate à pandemia fazendo chegar ao rondoniense os testes, exames, medicamentos e tratamentos”, avalia o gerente regional de saúde, Ivo da Silva, responsável pela abrangência de 17 municípios da região Central.
 
Outra ação do governo estadual nos 52 municípios para detectar pessoas contaminadas e encaminhá-las a tratamento foi desencadeada pela campanha Mapeia Rondônia. Os testes rápidos foram aplicados em junho e agosto, meses em que a doença atingiu pico de maior proliferação em Ji-Paraná.
 
 
As pessoas que submeteram-se aos testes rápidos foram as que estavam com os sintomas da Covid-19. A ação foi coordenada pela Secretaria de Estado de Saúde (Sesau) e parceiros. Medicamento como a cloroquina, por exemplo, também foi distribuído pela 1ª GRS aos gestores municipais da região que aderiram ao programa do Governo de Rondônia no tratamento da Covid-19.
 
A abertura de hospital de campanha em Porto Velho com implantação de mais leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) está entre os mecanismos adotados pelo Governo estadual em acolher e tratar os pacientes nos casos mais agravados da doença.
 
Porém, a melhor resposta contra a propagação do coronavírus é o cuidado pessoal, segundo as orientações das autoridades sanitárias. Dentre os respectivos cuidados está o distanciamento social, higienização das mãos frequentemente com água e sabão ou álcool em gel e a utilização de proteção facial por máscaras.
 
O servidor público municipal Antônio Marcos dos Santos, é testemunha de que é possível tratar e se curar da doença. Ele foi acometido pela Covid-19 e reforça a importância da restrição social. “O isolamento social e cuidados sanitários são essenciais para que as pessoas não adoeçam”.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS