RO RURAL SHOW: Equipe do Projeto Cidades Inteligentes destaca avanços e a conclusão da 1ª etapa

RO RURAL SHOW: Equipe do Projeto Cidades Inteligentes destaca avanços e a conclusão da 1ª etapa

Foto: assessoria

Na Rondônia Rural Show, equipe do Projeto Cidades Inteligentes destaca avanços e a conclusão da primeira etapa do projeto Desenvolvido pelo Instituto Federal de Rondônia (IFRO), o projeto Cidades Inteligentes (PROCINT) apresenta avanços durante a realização de mais uma edição da Rondônia Rural Show, em Ji-Paraná, e destaca a conclusão da primeira etapa do projeto para os próximos
meses.
 
Para o coordenador do PROCINT, professor Vagner Schoba, na Rural Show a equipe do Cidades Inteligentes mostra algo além do agronegócio. "A gente mostra que há tecnologia em meio a essa gama de máquinas, produtores, negócios e visitantes. O produtor rural também precisa de tecnologia, de acesso aos órgãos púbicos. A gente mostra que esse acesso é possível sem a necessidade de percorrer centenas de quilômetros.
 
Sobre o desenvolvimento do PROCINT, Schoaba destaca que o Projeto avança para a fase final. Disse que até o próximo mês de outubro a equipe conclui em Ariquemes a parte do monitoramento, e também deve entregar a solução de saúde em funcionamento. "Hoje o Pronto Saúde está em funcionamento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e em breve estará nas Unidades Básicas de Saúde (UBS)", acrescentou Schoaba ao anunciar ainda a inauguração do Centro de Empreendedorismo e Inovação para o próximo mês de julho.
 
De acordo com Schoaba, logo a equipe iniciará a segunda etapa do Projeto Cidades Inteligentes, que é a construção de soluções inteligentes, de BIAI, de construção de extração de dados para poder dar acesso e subsídio para gestão municipal com informações.
 
"Ao tempo que completamos a primeira etapa do PROCINT em Ariquemes, nós estamos iniciando em Rolim de Moura com todas as etapas que foram desenvolvidas em Ariquemes, porém de forma mais avançada em Rolim de Moura, porque temos expertise, já temos tecnologia. Já desenvolvemos sistemas, então nós estamos avançando bastante" explicou o coordenador.
 
Schoaba afirma que até o final do ano a equipe deve concluir até 80% do PROCINT. O professor frisa que as cidades contempladas pelo Cidades Inteligentes terá internet pública nas praças nas ruas; central de monitoramento, agregando segurança à população; atendimento público na saúde mais eficiente e sistema público funcionando adequadamente.
 
O supervisor do Cidades Inteligentes, Sérgio Loss ressalta que o objetivo do projeto é simplificar a vida das pessoas na cidade. "Então, a gente está desenvolvendo soluções que permitem a melhoria do atendimento das prefeituras em todas as necessidades que a população tem, principalmente em cinco eixos de desenvolvimento: Saúde, Educação, Empreendedores de Inovação, Segurança do Cidadão e Governança".
 
Sérgio Loss explica que as cidades inteligentes são aquelas que vão acumulando, agregando cada vez mais soluções que melhorem a qualidade de vida das pessoas, por meio do melhor atendimento de serviço público. Disse que o PROCINT está agregando capital tecnológico desenvolvendo sistemas, aplicações, criando estruturação tecnológica para as prefeituras, trazendo equipamentos modernos com melhor condição de trabalho para os servidores públicos e com isso também um melhor atendimento à população.
Direito ao esquecimento
Como você classifica a gestão de Aldo Júlio em Rolim de Moura?
Qual pré-candidato à Prefeitura deAriquemes tem sua preferência?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS