COLUNA SEMANAL: Polícia já desvendou assassinato de empresário durante assalto na capital

A Coluna Semanal está, como sempre, com uma variedade de assuntos que vão desde a vinda de ministro do STF à RO, aos buracos na BR 364. Boa leitura

COLUNA SEMANAL:  Polícia já desvendou assassinato de empresário durante assalto na capital

Foto: Divulgação

Crime Organizado

 

‘Sob Encomenda II’, esse é o nome da operação desencadeada pelos Grupos de Atuação Especial de Combate a Organizações Criminosas (GAECO) de Rondônia e de Santa Catarina em conjunto com a Polícia Técnica local. Ao todo foram cumpridos 15 mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva em Palhoça e Blumenau/ SC e em Porto Velho/RO, expedidos pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Joinville. Em nosso Estado, a coluna apurou que a ação prendeu uma advogada que atuava como ponte de comunicação entre presos do Presídio Federal de Porto Velho e comparsas que não estão soltos. O nome dela, não pode ser informado, pois, o processo se encontra em sigilo de Justiça. 

 

Investigação

 

Essa operação já vem se desenvolvendo há algum tempo. A primeira fase desta operação aconteceu em agosto de 2021, em Santa Catarina, quando foram cumpridos 8 mandados de prisão preventiva e 30 mandados de busca e apreensão. A organização criminosa é responsável pela prática de diversos crimes, tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas, corrupção ativa e passiva, associação criminosa e inserção de telefones celulares em estabelecimentos prisionais. Ao que tudo indica, as investigações sobre a Orcrim devem se intensificar e a parte III da operação deverá acontecer nos próximos meses. Ou seja, teremos novidades!

 

Silêncio

 

Definitivamente, o poder mexe com o comportamento das pessoas. Quem não se lembra do ex-presidente Bolsonaro, no famoso cercadinho de Brasília, gritando e mandando jornalistas, em especial as mulheres, calarem a boca ou serem chamadas de burras? Ou ainda, usando palavras de baixo calão contra quem dissesse algo que não o agradasse? Pois é, na última quinta-feira(22), ao depor na sede da Polícia Federal, em Brasília, sobre a suposta tentativa de golpe, o homem entrou mudo e saiu de boca fechada. Ficou quinze minutos no local e fez uso do direito constitucional de permanecer calado. O mundo dá voltas…

 

Bolsonaristas

 

Mas nesse mesmo dia, além do ex-presidente, outras 22 pessoas, incluindo ex-ministros e militares, também foram intimadas a prestarem depoimento. O temor entre os bolsonaristas é de que alguns dos depoentes coloquem ainda mais brasa na fogueira do ex-presidente, e o enrole ainda mais na tentativa de golpe que culminou com o fatídico 8 de janeiro. Todos sabem o estrago que o ex-ajudante de ordens de Bolsonaro, tenente-coronel Mauro Cid, causou na vida dele ao fazer a delação.

 

Celas

 

Por outro lado, na mesma capital federal, em que reinou por quatro anos, também pode ser o abrigo do ex-presidente. As últimas informações dão conta que, com o avanço das investigações, o Exército já está se preparando para receber os militares envolvidos na tentativa de golpe. Para isso, celas especiais estão sendo montadas para os envolvidos na conspiração. Cada uma tem cerca de 20m², com grades e câmeras internas, e estão situadas no Batalhão da Polícia do Exército, no Batalhão da Guarda Presidencial e no Regimento de Cavalaria. Assim, o STF e o relógio vão ditar o ritmo da ocupação desses espaços. É esperar para ver!

 

Ironia

Interessante é que enquanto Bolsonaro &Cia estavam na Polícia Federal, o ex-ministro da Justiça Flávio Dino, assumia a vaga no Supremo Tribunal Federal, no lugar de Rosa Weber. Aliás, o intervalo entre os dois acontecimentos foi de 1h30. Coincidências do destino!

 

Criaram Provas Contra

 

Nesse mesmo batidão, o STF condenou na última sexta-feira(23), condenou mais 15 réus pelos atos antidemocráticos do dia 8 de janeiro. O relator constatou que, entre as muitas provas apresentadas pela Procuradoria Geral da República, algumas são explícitas, produzidas pelos próprios envolvidos, como mensagens, fotos e vídeos publicados nas redes sociais. Há também registros internos de câmeras do Palácio do Planalto, do Congresso Nacional e do STF e provas com base em vestígios de DNA encontrados nesses locais, além de depoimentos de testemunhas. Esse entendimento foi seguido pela maioria do colegiado.

 

Penas

As penas foram fixadas em 16 anos e 6 meses de prisão, para nove pessoas, e em 13 anos e 6 meses de prisão, para outras seis. Como na fixação das penas nenhuma proposta obteve maioria, as sentenças foram estabelecidas com base no voto médio. Além disso, a condenação tem também o pagamento de indenização por danos morais coletivos, no valor mínimo de R$ 30 milhões. Esse valor será quitado de forma solidária por todos os condenados, independentemente da pena.

 

Coronel

 

Já que estamos falando em bolsonaristas, cadê o deputado federal coronel Chrisóstomo? Simplesmente sumiu! Ninguém sabe por onde anda, o que anda fazendo ou como está. Para quem vivia gritando em discursos acalorados no Congresso Federal, ele ainda muito pianinho no Governo Lula. Ainda está vivo na mente de muita gente, ele dizendo que ex-ministro da Justiça, Flávio Dino, ia ‘levar porrada do povo brasileiro e que era para ele vir para cima’. Tempos mudam!

 

Porrada

 

Por falar em briga, porrada mesmo! Na última semana a fábrica de memes dos rondonienses e os grupos de whatsapp estiveram a todo vapor com dois conhecidos políticos locais. As fontes informaram para a coluna que em uma reunião em Brasília, na casa de um dos representantes locais no Congresso Nacional, para decidir sobre os candidatos a prefeito da capital, regada a muito whisky, o álcool fez efeito. Foi nesse vibe, que o senador Marcos Rogério teria dito algo para o ex-deputado Léo Moraes, que hoje comanda o Detran rondoniense. Léo não teria gostado do que ouviu e ambos foram às vias de fato. A turma do deixa disso chegou e conseguiu acalmar os dois políticos rondonienses. Ao final, na avaliação de alguns presentes, Léo levou a melhor.

 

Encrenca

Quem estava na reunião também disse que Marcos Rogério estava empolgado com o ambiente, mas não com a conversa e também tentou perturbar o atual prefeito da capital, Hildon Chaves. Porém, foi contido e ficou por isso mesmo.

 

Eleitores

 

O pior disso tudo não é o fato de beberem ou brigarem, mas é saber que o motivo do encontro era para decidir quem vai governar Porto Velho nos próximos quatro anos. Essa é a hora para você, eleitor, pensar ainda mais sobre o que deseja para a nossa cidade. O eleitor consciente já deve estar com o sinal de alerta e os filtros ligados para a hora em que apertar as teclas da urna eletrônica.  Voto é coisa séria e as atitudes de quem almeja o poder são mais sérias ainda!

 

Empresário Morto

O assassinato do empresário Aroldo de Andrade Nascimento da Silva(foto), 47, no último dia 1º de fevereiro, em uma loja de materiais de construção na Avenida Rio de Janeiro, próximo da Rua Daniela, bairro Lagoinha, na zona Leste de Porto Velho (RO), pode estar próximo de ser desvendado. Uma informação repassada à coluna, dá conta que dos dois participantes do crime, um já está preso e foi quem atirou na vítima. As investigações avançam no sentido de localizar o segundo autor, que estava conduzindo a moto que deu fuga ao atirador.

 

Frieza

 

Um vídeo obtido pelas câmeras de segurança mostra que os criminosos estavam em uma motocicleta de cor vinho e vestiam camisas de manga comprida de cor azul. Um dos bandidos ficou na moto em funcionamento e o outro entrou no comércio. O criminoso armado teria anunciado o roubo e o empresário reagiu, entrando em luta corporal, segundo a polícia. Durante a briga, o bandido teria atirado à queima-roupa contra a vítima que foi atingida três vezes na região do tórax. A dupla fugiu sem levar nada. Um fato que chamou a atenção é que Aroldo havia comprado a loja há cerca de 30 dias. A antiga proprietária havia falecido vítima de infarto.

 

Chamou Atenção

 

Se a ideia do presidente Lula foi chamar a atenção do mundo sobre a guerra dos israelenses contra palestino, ele conseguiu. Ao comparar com o Holocausto o que Israel está fazendo na Palestina, talvez tenha exagerado na dose, mas se tirarmos a quantidade de mortos pela Alemanha nazista e olharmos o que está sendo feito com os palestinos pelos israelenses, a fórmula de exterminar um povo é a mesma. O pior é, por mais que digam o contrário, sabermos que em uma guerra não existem vencedores. Mortes, vidas interrompidas, famílias destroçadas existem dos dois lados. No final, só quem lucra com essas insanidades são os fabricantes de armas.

 

Quem Ganha

 

Só para termos uma ideia, os cinco países controlam três quartos do mercado de vendas de armas no mundo: Estados Unidos, Rússia, França, Alemanha e China responderam, nesta ordem, por 75% das exportações de armas no período entre 2014 e 2018. Os Estados Unidos não apenas lideram a lista como estão bem à frente da Rússia, o segundo maior vendedor de armas do mundo. As cinco maiores empresas de armamentos do mundo são americanas: Lockheed Martin (com vendas na ordem de US$60 bilhões por ano), Raytheon, Boeing, Northrop Grumman e General Dynamics. Isso, talvez, explique o fato de os Estados Unidos vetarem todas as propostas de cessar fogo nessa guerra insana.

 

BR 364

 

Voltando para a nossa velha e amada Rondônia, não estamos em guerra, mas a BR 364, sentido sul do Estado, já está com trechos que mais parecem terem passado por um verdadeiro bombardeio. Até meados do ano passado, após um serviço de recuperação, a estrada estava em ótimas condições, porém, sempre tem o porém, o período de colheita de soja começou e aí, é carreta indo e vindo para os portos na capital. Assim, sem uma fiscalização rígida, os buracos voltaram e o temor de acidentes se torna uma constante na vida de quem utiliza essa que é a única ligação por terra de Rondônia e Acre com o resto do Brasil. Está na hora de quem lucra com esse movimento de carretas na BR 364 também contribuir para a conservação da estrada.

 

Ministro STF

 

Quem esteve em Porto Velho na última sexta-feira(23), foi o ministro do STF, Edson Fachin. Ele participou de um evento da Faculdade Católica de Rondônia, onde foi homenageado com o título de Doutor Honoris Causa, que é a maior honraria que a instituição pode oferecer. A vinda dele marcou também a inauguração oficial do novo campus da Católica que, a cada dia, avança na missão de formar mão de obra qualificada na região amazônica. A plateia foi composta pelo governador Marcos Rocha, presidentes de Tribunais, da OAB e toda a nata dos poderes rondonienses. Todos ouviram atentamente o discurso do ministro, que foi um dos pontos altos do evento. Ele defendeu as instituições e a necessidade da sociedade se unir em favor delas. Foi uma noite memorável!

 

União

 

Os órgãos públicos da administração federal querem falar uma só língua e cooperarem entre si. Foi com esse objetivo que no último dia 22, representantes dessas instituições que foram nomeados pelo presidente Lula se reuniram e criaram o Fórum Permanente de Gestão – Gestores de Órgãos Públicos Federais de Rondônia. A iniciativa contou com a participação de praticamente todas essas entidades que firmaram o compromisso de apoiar a ideia. Nada melhor do que a união entre os que compõem a administração federal para que toda a sociedade rondoniense saia ganhando.

 

Eduardo Barros

 

Uma conversa sobre música, assim foi o Programa Conexão Rondoniaovivo, de sexta-feira(23). O jornalista Ivan Frazão entrevistou o violinista Eduardo Barros, que toca em eventos e festas de nossa cidade. Ele toca também nas ruas de Porto Velho e um dos locais era o Porto do Cai N’Água, porém, tiveram a brilhante ideia de fechar o local. Assim, a população sem um lugar para prestigiar o pôr do sol de Porto Velho, ao som do violino de Eduardo. Uma pena! Veja a entrevista nesse link.

Direito ao esquecimento
Como você classifica a gestão de Cleiton Cheregatto em Novo Horizonte do Oeste?
Quem é mais culpado pelas enchentes em Porto Velho?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS