NA CAPITAL: ‘Eles comeram limão com sal’, diz mãe de seis filhos que vivem na pobreza

A residência onde estão instalados é de madeira, chão batido, possui uma geladeira e colchões.

NA CAPITAL: ‘Eles comeram limão com sal’, diz mãe de seis filhos que vivem na pobreza

Foto: Divulgação | Mulher chorou ao falar sobre situação precária que vive

A situação da família da dona Arlete da Silva Peixe, de 33 anos, é de extrema pobreza. Com seis filhos, ela e o marido chegaram a Porto Velho, na última quarta-feira(27), e, desde então, só estão comendo, porque receberam doações de pessoas solidárias.
 
Mas na última quinta-feira (28), um dia após chegarem na capital, a primeira refeição do dia dos filhos a dona Arlete foi limão com sal.
 
Meus filhos vieram pedir algo para comer, mas não tem. Eles comeram esse limão com sal aqui”, conta Alerte.
 
Refeição da família foi limão com sal | Foto: Divulgação
 
E quem chegou há pouco tempo na família também está sofrendo. “A minha filha não tem nem leite. Ela só está mamando, porque o leite mesmo, a gente não conseguiu comprar”, diz dona Arlete, chorando, sobre a filha mais nova, de 8 meses de vida.
 
A família é composta por oito pessoas e veio do Estado do Acre, após o marido de Arlete, Avalcinei da Silva, de 29 anos, receber uma proposta de trabalho.
 
Dona Arlete com seus seis filhos | Foto: Divulgação
 
Nós viemos para cá porque meu marido tinha uma proposta de emprego, para trabalhar em oficina, mas quando chegamos aqui não deu certo. Só que lá no Acre a situação é bem pior”, explicou a mulher.
 
A casa onde a família foi instalada também é fruto de doação. Os donos cederam o espaço para eles morarem até se estabelecerem financeiramente. No entanto, as dificuldades vão além da capacidade de enfrentamento.
 
A residência onde estão instalados é de madeira, chão batido, possui uma geladeira e colchões. Toda a pequena mobília foi doada. 
 
Aqui o piso é de barro e não temos onde dormir direito. Nós só temos como colocar os colchões no chão, mas nem cobertor para se cobrir nós temos”, relata a mulher.
 
As panelas para preparar a refeição, que todos os dias são incertezas, também foram doadas. E, quando tem, o almoço e a janta são preparados em um fogareiro provisório.
 
 
Como ajudar
 
Quem quiser ajudar a família, pode fazer doações através do PIX: 998.258.992.04, no nome de Arlete da Silva Peixes. Doações presenciais também podem ser feitas através deste link (clique e veja o endereço).
Direito ao esquecimento

Quem você apoiaria para ser senador por Rondônia?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS