TRISTEZA: Morre idosa que não tinha documentos e lutava por tratamento de câncer

A história dramática de Santana foi contada pelo jornal

TRISTEZA: Morre idosa que não tinha documentos e lutava por tratamento de câncer

Foto: Divulgação

Finalmente teve descanso, no fim da tarde da última segunda-feira (13), o corpo franzino e castigado da maranhense Santana Coelho Viana. Ela tinha 63 anos e estava internada havia três semanas no Hospital de Amor, em Porto Velho, onde faleceu, lutando contra o câncer.
 
A história dramática de Santana foi contada pelo jornal a partir do depoimento da filha dela, Fabiana Souza Nunes, 29.
 
 
 
Ao confirmar o óbito da mãe, Fabiana revelou que, mesmo depois de morta, Santana enfrenta outra batalha: sem os documentos, que chegaram a retardar o início de seu tratamento, conseguido apenas após uma liminar concedida pela justiça, ficará na câmara fria do hospital até a emissão da papelada.
 
A filha lamenta que o marido e o filho, por falta de condições, não possam participar do velório e do sepultamento de Santana, que acontecerão em Porto Velho. “Mas eu, pelo menos, ficarei ao lado dela até o fim”, disse Fabiana, emocionada, após o fim da luta.
Direito ao esquecimento

Você acha que os escândalos do Governo Bolsonaro prejudicam a pré-candidatura à reeleição?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS