RUMOS: Após polêmica, nova diretoria assume AMA-RO

Chapa 2 assumiu após impugnação da chapa 1, da presidente Nilza Maria, que teria feito propaganda irregular e outras acusações

RUMOS: Após polêmica, nova diretoria assume AMA-RO

Foto: Divulgação

Em decisão divulgada na última segunda-feira (22), a comissão eleitoral que fiscalizou a votação para a nova diretoria da Associação dos Pais e Amigos do Autista de Rondônia (AMA-RO) anunciou que a chapa 1 “Somar para Transformar”, da então presidente Nilza Maria, foi impugnada. 
 
O motivo seriam denúncias feitas pela chapa 2 “AMA somos nós”, de propaganda irregular no dia da votação (13 de novembro), transporte de eleitores e da campanha no dia da votação, uso da estrutura institucional e de funcionários em prol da chapa e irregularidade na formação da chapa.
 
Comando
 
No dia seguinte, terça-feira (23), a chapa 2 “AMA somos nós” tomou posse na sede da entidade em Porto Velho, com a primeira disputa de duas chapas em 21 anos de fundação. Antes, a escolha acontecia por aclamação.
 
A nova presidente, Eliane Guatel, destaca que uma das metas é levar a AMA para atuar mais na área da saúde. 
 
Nossa associação já faz um trabalho excelente em educação especializada e em serviço social, mas há essa necessidade de atendimento em áreas como fonoaudiologia, terapia ocupacional, fisioterapia e psicologia, para que nossos filhos tenham um desenvolvimento melhor”.
 
Outro plano de trabalho apresentado pelo grupo durante a campanha é no sentido de dar mais atenção aos pais e cuidadores, com a visão de que “quem cuida precisa ser cuidado”. 
 
Assistência jurídica
 
Vamos trabalhar com foco no autista e na saúde das pessoas que cuidam dele. Queremos disponibilizar assessoria jurídica gratuita às famílias da AMA”, comentou Eliane Guatel.
 
A família atípica enfrenta dificuldades para fazer valer seus direitos, lida com diversas questões, como bullying na escola, providência de vaga e de professor auxiliar, intransigências em plano de saúde e outras. Muitas vezes sem poder contar com o apoio que precisa.
 
A assistência jurídica será implantada na sede da entidade, com atendimento remoto e presencial, para orientações, esclarecimentos e direcionamento para eventuais ações judiciais ou denúncias junto aos órgãos competentes.
Direito ao esquecimento

Você concorda que a avenida 7 de Setembro, no centro de Porto Velho, seja de mão dupla?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública. Vote quantas vezes quiser!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS