CAOS NO ESTADO: Porto Velho já registra falta de combustível; Ariquemes está em estado crítico

'Dois ou três postos tem combustível', disse o gerente de posto em Ariquemes

CAOS NO ESTADO: Porto Velho já registra falta de combustível; Ariquemes está em estado crítico

Foto: João Vitor Muniz/Rondoniaovivo

As manifestações dos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro e também os protestos contra o governador Marcos Rocha, já estão influenciando diretamente na vida da população rondoniense.
 
 
Relatos enviados ao Rondoniaovivo apontam que já começam a faltar combustível em diversos postos de Porto Velho. 
 
De acordo com o Secretário Executivo do Sindicato dos Postos Revendedores de Rondônia (Sindipetro), Eduardo Valente, os postos que registram escassez de combustível, são porque não tinham o produto em estoque.
 
A grande procura na noite da última quarta-feira (8), acelerou o desabastecimento em alguns postos da capital. 
 
Entretanto, Eduardo Valente afirmou também que a maioria dos estabelecimentos de Porto Velho, ainda têm estoque.
 
Ariquemes sem combustível
 
Valente diz ainda que a situação preocupa em Ariquemes. “Até o momento somente Ariquemes está em situação crítica”, comunicou.
 
De acordo com o gerente de um posto em Ariquemes, somente três estabelecimentos têm o produto e a fila de veículos é quilométrica.
 
“A situação aqui está problemática. Dois ou três postos tem combustível. Aqui no meu, só tem um restinho de etanol. Gasolina acabou meio-dia e não temos previsão de reabastecimento”, falou o gerente ao Rondoniaovivo.
 
Sindicato aguarda liminar
 
O Sindipetro entrou na Justiça, para que os manifestantes a liberarem o tráfego de caminhões-tanques pelas rodovias do Estado. A expectativa é de que seja divulgada uma liminar nas próximas horas.
 
Caso isso aconteça, Valente garantiu estabilização dos combustíveis, nas áreas mais críticas, até amanhã (10).
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS