ALERTA LIGADO: Marcos Rocha não chega a 5% em pesquisa e tem um ano para reverter quadro

Rocha fica atrás de conhecidos e atuantes nomes da politica estadual

ALERTA LIGADO: Marcos Rocha não chega a 5% em pesquisa e tem um ano para reverter quadro

Foto: Divulgação

Contratada pelo jornal Correio Continental e assinada pelo estatístico Augusto da Silva Rocha (Conre 7655-A), uma pesquisa de intenção de voto ao Governo do Estado chamou atenção do meio politico e eleitores, o percentual do atual governador Marcos Rocha (SEM PARTIDO).
 
Mesmo com a vantagem de estar com a “máquina na mão”, Rocha aparece entre as últimas opções dos eleitores entrevistados nessa pesquisa. O coronel Rocha surge na sexta posição com preocupantes 4,9%.
 
Rocha fica atrás de conhecidos e atuantes nomes da politica estadual. Léo Moaraes (PODEMOS), Maurão de Carvalho (MDB), Ivo Cassol (PP), Ramon Cujuí (PT), Marcos Rogério (DEM) e Jesualdo Pires (PSB). 
 
Essa margem percentual com o prazo de aproximadamente um ano para o início da corrida eleitoral deve acender o sinal de alerta dentro do palácio do Governo. Rocha precisa se aproximar das pautas de grande apela social, além de buscar agradar o funcionalismo público. 
 
Em Rondônia, todos os governadores que assumiram o posto, desde a implementação do direito ao segundo mandato, ficaram por oito anos. A única exceção é o ex-governador José Bianco, que após demitir mais de 10 mil servidores não foi escolhido para um segundo mandato.
 
O governador de Rondônia não costuma comentar pesquisas eleitorais, porém, já se manifestou por diversas vezes afirmando não acreditar na veracidade dessas pesquisas, já que na última eleição ele estava fora do páreo segundo o IBOPE, e acabou se tornando um fenômeno dos votos nos dois turnos. 
 
Porém, se utilizar da expertise politica, Marcos Rocha deverá ver que todo sinal é importante e esse é um grande alerta. 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS