FARRA: Vídeos mostram boate lotada depois das 23h em Porto Velho

Boate Flush abriu às 22h, uma hora antes do horário de encerramento decretado pelo Governo do Estado

A pandemia da covid-19 parece ter acabado em Rondônia. Isso porque, várias boates estão funcionando normalmente durante as noites de Porto Velho.
 
Diversos vídeos enviados para a redação do Rondoniaovivo, mostram uma grande aglomeração de pessoas, na boate Flush. Com shows de banda de forró e baile funk, a farra avançou noite a dentro para os frequentadores deste local.
 
Em várias publicações nas redes sociais, os baladeiros afirmaram que só foram a boate, para assistir ao show de uma banda de forró. “Só vim por Gata Forrozeira”, escreveu um jovem.
 
Boate abriu às 22h
 
Sem citar o uso obrigatório de máscara, distanciamento social e as limitações de 30% impostas pelo Decreto n° 24.979, do Governo de Rondônia, a boate anunciou em seu perfil oficial nas redes sociais, o horário de abertura da casa e ainda o momento certo que a banda de forró iria subir ao palco.  “Vocês pediram um forrozinho e nessa quinta temos Gata Forrozeira a partir das 00h na Flush. (Funcionamento) A partir das 22h”, dizia o anúncio da casa.
 
Os donos de boates, segundo o decreto, podem abrir os estabelecimentos, mas com limitações. O documento estabelece funcionamento até às 23h, com 30% da capacidade máxima, além do uso de máscara e distanciamento social.
 
Mas nas imagens enviadas ao Rondoniaovivo, nenhuma dessas medidas foram cumpridas e é possível ver a aglomeração no local, sem qualquer preocupação com a pandemia da Covid-19.
 
Especialistas se preocupam
 
Essa falta de preocupação da população em se precaver contra o coronavírus, lotando espaços públicos e não usando máscaras está preocupando médicos e especialistas.
 
De acordo com Deusilene Vieira, pesquisadora na área de virologia molecular da Fiocruz-RO, a liberação dos eventos por parte do governo, não foi a decisão mais correta, isso porque os impactos das constantes aglomerações que vêm ocorrendo, só serão sentidos nos próximos dias.
 
Não é momento de flexibilizar todas as medidas protetivas contra a covid-19, apesar de estamos em uma fase de diminuição dos números de casos confirmados e óbitos no estado. Temos que nos atentar que esses números flutuam conforme flexibilização dessas medidas. Infelizmente, o reflexo de tudo isso virá nos próximos meses até porque ainda não temos pelo menos 60% da população imunizada”, afirma a pesquisadora.
 
Em Rondônia, os casos de covid-19 estão em estabilidade, mas continuam altos, se não houver cumprimento das regras de saúde, a previsão é que uma terceira onda do coronavírus pode ocorrer e ainda mais intensa. Vale lembrar que a variante indiana já foi detectada no Brasil, sendo essa considerada mais letal que as anteriores.
Direito ao esquecimento

Você acha que os escândalos do Governo Bolsonaro prejudicam a pré-candidatura à reeleição?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS