AFLIÇÃO: Jovem precisa de ajuda para realizar cirurgia que pode evitar a perda da visão

A operação custa em torno de R$ 15 mil reais e ela está lutando contra o tempo para não ficar cega

AFLIÇÃO: Jovem precisa de ajuda para realizar cirurgia que pode evitar a perda da visão

Foto: Divulgação

 

Arlene Sousa Campos, de 23 anos, moradora de Porto Velho, está precisando de ajuda para realizar uma cirurgia refrativa nos olhos. Para isso, ela criou uma campanha solidária na esperança de arrecadar dinheiro que cubra os custos do procedimento médico.

 
A cirurgia refrativa nos olhos se faz necessária quando a córnea e o cristalino não conseguem focalizar os raios de luz formando a visão na retina.
 
É comum que pessoas que sofrem de distúrbios como miopia e astigmatismo nos olhos, usem óculos ou lentes de contato para corrigir esses problemas. Mas no caso da Arlene, ela e o médico optaram pela realização da cirurgia porque ela não consegue fazer a troca dos óculos todo ano.
 
Arlene Sousa Campos
 
 
Batalha
 
 
Arlene mais conhecida como "Priscila" usa óculos de grau há doze anos. Devido a isso, ela sofre com constantes dores de cabeças e está sem condições financeiras de trocar os óculos, que já estão vencidos há dois anos. Essa situação faz com que Arlene já esteja perdendo aos poucos a visão do olho direito, o que aumenta a urgência da cirurgia.
 
Ela tentou realizar a cirurgia pelo SUS, mas devido à pandemia, não foi possível. Depois disso, Arlene procurou um hospital particular, onde foi feito um orçamento no valor de R$ 15 mil reais. A luta dela nesse momento é juntar recursos para poder fazer a operação e poder ter uma visão normal.
 
Quem quiser ajudar pode doar através da "vakinha online" ou depositar qualquer quantia na conta bancária ou PIX:
 
 
Caixa Econômica Federal
 
Agência
 
0632
 
Conta
 
00001535-9
 
Operação 013
 
PIX
 
69999162183
 
Nome: Cleudimar Pereira de Sousa (conta da mãe)
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS