BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

EXTORSÃO DE DINHEIRO: Sintero registra B.O contra criminosos que utilizam nome do sindicato

O Sintero esclarece novamente que nunca solicita aos servidores (as) que façam algum tipo de depósito para ter acesso a determinada indenização da Justiça

ASSESSORIA

19 de Fevereiro de 2021 às 10:38

Atualizada em : 19 de Fevereiro de 2021 às 10:40

Foto: Divulgação

O Sintero registrou boletim de ocorrência nesta quinta-feira (18/02), contra criminosos que estão entrando em contato com os filiados (as) da entidade, apresentando-se como membros do escritório Hélio Vieira, para tentar extorquir dinheiro dos servidores. Nas ligações, os golpistas se identificam como advogados da assessoria jurídica do sindicato e condicionam o recebimento e antecipação do precatório da Isonomia somente com a transferência de valores. O Sintero esclarece novamente que nunca solicita aos servidores (as) que façam algum tipo de depósito para ter acesso a determinada indenização da Justiça. Além disso, informa que tomou providências cabíveis, para que os criminosos sejam devidamente penalizados.
 
Durante a ação, os criminosos pedem ainda para que os servidores assinem uma Declaração de Isenção do Imposto de Renda, informando o CPF e emitindo assinatura. Também pedem para que o depósito seja feito na conta de número 344.687-5 e agência 0419. Diante disso, o Sintero orienta aos servidores para que não forneçam seus dados pessoais e ignore pedidos como este. Além disso, recomenda que os servidores registrem boletim de ocorrência à Polícia Civil, para que os criminosos sejam punidos. Para fazer a ocorrência, acesse o link http://delegaciavirtual.pc.ro.gov.br  e siga as instruções do website.
 
Em caso de dúvidas e esclarecimentos, o Sintero disponibiliza a central de atendimento remoto pelo número (69) 3217-8600 e os telefones dos Diretores da Executiva e Regionais disponíveis em: http://sintero.org.br/page/diretoria.
 
VEJA O BOLETIM DE OCORRÊNCIA ABAIXO:
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS