BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

SUPOSTA FRAUDE: 'Falta de conhecimento', diz Marcos Rocha sobre denúncia de promotor do MP/RO

Segundo o governador, é inadmissível falar que os profissionais que atuam na linha de frente do combate a covid-19 tenham cometido fraude.

João Vitor Muniz/Rondoniaovivo

26 de Janeiro de 2021 às 19:08

Atualizada em : 27 de Janeiro de 2021 às 14:44

Foto: Divulgação

Em pronunciamento na noite desta terça-feira (26), o Governador Marcos Rocha (sem partido) afirmou que a denúncia sobre a suposta fraude do governo quanto aos leitos de Unidade Terapia Intensiva (UTI), denunciada pelo Ministério Público, foi um erro de interpretação.
 
Segundo o governador, é inadmissível falar que os profissionais que atuam na linha de frente do combate a covid-19 tenham cometido fraude. “Não é justo esses nossos profissionais abnegados, que trabalham há meses nos estudos de forma técnica, sejam taxados de fraudadores. Fraudadores é algo muito sério, são pessoas que enganam para tirar alguma vantagem”, afirmou Rocha.
 
O governador disse ainda que a denúncia do Promotor Geraldo Henrique Guimarães é caracterizada em falta de conhecimento. “Acreditamos que tal situação tem sido por falta de conhecimento técnico cientifico, gerando uma ação precipitada de um único membro de uma instituição tão importante que é o MP/RO”, justificou.
 
Rocha disse ainda que a denúncia do promotor foi uma afronta à honra do Estado.
 
A denúncia do MP
 
O promotor Geraldo Henrique do Ministério Público de Rondônia, afirmou hoje em entrevista ao portal UOL, que o Estado de Rondônia fraudou o número de leitos de UTI para não aplicar um decreto com medidas mais restritivas, na intenção de frear a propagação do vírus. A susposta fraude aconteceu entre dezembro e agora em janeiro. 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS