BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

DESENVOLVIMENTO: Três países acenam cooperação internacional com o Estado de Rondônia

Em reuniões, houve trocas de experiências sobre temas nos quais os países avançaram há décadas

GOVERNO DE RO

10 de Novembro de 2020 às 14:19

Atualizada em : 10 de Novembro de 2020 às 14:22

Foto: Divulgação

Com desafios de desenvolvimento tecnológico no Estado de Rondônia, geração de empregos e melhoria da logística comercial e urbana, o governador Marcos Rocha reuniu-se com os embaixadores da Coreia do Sul, Índia e Alemanha, na segunda-feira (9). Em todas as reuniões houve trocas de experiências dos temas, nos quais estes países avançaram há décadas.
 
“Vimos que, com projetos estruturados principalmente em tecnologia e logística, teremos o desenvolvimento digno que a população espera”, pontuou o governador.
 
COREIA DO SUL
 
Na primeira agenda do dia, o embaixador sul-coreano Chan-woo Kim recebeu o coronel Marcos Rocha, juntamente com equipe técnica para definir os pontos de convergência de interesses. Kim explicou os investimentos em educação e tecnologia de ponta que foram implementados há algumas décadas e tornaram seu país uma referência mundial.
 
Chan-woo perguntou sobre a produção alimentícia no Estado e as possibilidades logísticas para aquisição em Rondônia. “Há uma saída para o Pacífico que pretendemos conjuntamente com os países próximos melhorar nos próximos anos, além da saída pelo Porto Organizado de Porto Velho para o Atlântico”, afirmou Rocha. Para o governador, investimentos em ferrovias por empresas do país asiático seriam fundamentais para alavancar o desenvolvimento estadual.
 
Dentre os principais produtos que a Coreia importa do Brasil, estão milho, farelo de soja, carne de frango e minérios, todos podem ser suficientemente adquiridos do Estado de Rondônia. As negociações com a Coreia do Sul no Mercosul acontecem desde 2018, com cinco rodadas negociadoras desde então.
 
ÍNDIA
 
Ao iniciar o encontro, o embaixador Shri Suresh Reddy afirmou que ficou entusiasmado com a formação do governador em Tecnologia e na área da Educação. “Vejo que o Estado está em boas mãos sendo conduzido pelo senhor”, elogiou. Shri exaltou o programa de treinamento de seu país, denominado Itec – Indian Techinal and Economic Cooperation Programme (Programa Indiano de Cooperação Técnico e Econômico Indiano). “O Training Programme é muito utilizado por regiões do meu país que possuem dimensões continentais. Nele se aprende desde como montar um site, até tecnologias de Nano Satélites”, observou.
 
O governador Marcos Rocha expôs o interesse em ver empresas indianas fomentando as ferrovias no Estado. Ele demonstrou que há modais pelo Brasil, sobretudo que vêm de Mato Grosso e podem servir para interligar vários pontos da região Norte do país. Segundo Marcos, a localidade tende a crescer como um todo e explorar o comércio em toda a região Norte, podendo ser objetivo de várias empresas da Índia.
 
Em tom amistoso, o embaixador mostrou com vídeos as potencialidades de seu país e afirmou que os diálogos serão aprofundados para fortalecer o desenvolvimento das partes. Ele se prontificou a dar oportunidade a profissionais de seu país, alinharem conhecimentos tanto com encontros online, quanto presenciais. Além disso, informou que durante os encontros com empresas investidoras vai demonstrar o interesse rondoniense em eventuais parcerias.
 
ALEMANHA
 
A primeira reunião na embaixada foi em tom de apresentação. O governador Marcos Rocha explicou ao encarregado de Negócios da Alemanha, Marc Bogdahn que há um número importante de descendentes alemães no Estado, o que pode facilitar um intercâmbio cultural e comercial. Na visita, o coronel falou sobre a Rondônia Rural Show, que por conta da pandemia foi suspensa em 2020. Porém segundo ele, o ano de 2021 tem tudo para que a feira aconteça e pode ser uma oportunidade de empresários conhecerem o potencial de comércio com Rondônia.
 
A Rondônia Rural Show é uma feira de tecnologia e oportunidades voltados ao agronegócio do Estado, realizada anualmente pelo Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estadual da Agricultura (Seagri). No ano de 2019, a feira movimentou mais de R$ 700 milhões.Também acompanharam o governador, a chefe de Gabinete do Governador, Semayra Gomes e o superintendente de Integração do Estado de Rondônia em Brasília, Augusto Leonel.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS