BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

LUTO: Ativista ambiental fundadora da Kanindé morre em Porto Velho

Ela trabalhou nos seringais da Amazônia e sempre lutou pela preservação do meio-ambiente

RONDONIAOVIVO

01 de Outubro de 2020 às 09:58

Atualizada em : 01 de Outubro de 2020 às 16:45

Foto: Divulgação

 

A aposentada Moemia Cardoso Bandeira, 79 anos, faleceu na noite da última quinta-feira (30), em Porto Velho. Após uma intensa batalha pela vida, ela não resistiu e se tornou mais uma vítima da Covid-19, em Rondônia. A família informa que, devidos aos protocolos para a doença, não haverá velório.

 
Moemia foi trabalhadora na extração de seringa em nossa região e uma grande defensora do meio-ambiente. Essa preocupação com a natureza amazônica serviu de inspiração para uma das filhas, Neidinha, que fundou a organização não-governamental Kanindé.  A entidade é conhecida, mundialmente, pela luta em favor dos povos indígenas e da preservação ambiental.
 
Os familiares agradecem todas manifestações de pesar que estão recebendo.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS