BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

SOLIDARIEDADE: Familiares e amigos se unem para ajudar aluna de medicina com leucemia

Jeane estava no Paraná estudando, quando foi diagnosticada com a doença

RONDONIAOVIVO

09 de Setembro de 2020 às 16:59

Atualizada em : 10 de Setembro de 2020 às 09:01

Foto: Divulgação

 

Os familiares e amigos da estudante de medicina Jeane Castro Brasil estão unidos em uma grande corrente visando arrecadar recursos para o pagamento de uma operação, cujo o valor é em torno de R$ 20 mil. Ela foi diagnosticada com leucemia.

 

Jeane é de Porto Velho e em 2018, foi para a cidade paranaense de Foz do Iguaçu, para realizar o sonho de cursar medicina. Mas o sonho dela está sofrendo uma grande provação, no entanto, ela resolveu persistir e não desistir de seu objetivo.

 

Em 2019, ela foi diagnosticada com leucemia, que é um tipo de câncer que ocorre na formação das células sanguíneas, dificultando a capacidade do organismo de combater infecções. A leucemia é o câncer dos tecidos formadores de sangue, incluindo a medula óssea.

 

Na ocasião, a melhor opção que os médicos deram para salvar a vida dela, seria através de uma gestação. Isso porque as células-tronco seriam retiradas do cordão umbilical e, posteriormente, utilizadas no tratamento contra a leucemia.

 

 

Ela chegou a ser inscrita na fila de espera do Banco de Medula Óssea, porém, em decorrência da gravidade e do avanço da doença, a gravidez fora a única opção.
 

Meses antes, Jeane havia iniciado um relacionamento com uma pessoa que, por coincidência, tem exatamente o mesmo tipo sanguíneo dela, o que aumentaria as possibilidades de compatibilidade caso uma criança fosse gerada.


E assim foi feito, hoje, Jeane se encontra com 7 meses de gestação, tendo sido uma gravidez de alto risco, com voltas constantes aos hospitais, já em razão da fragilidade física dela, devido a doença.
 

Essa gravidez, é considerada um milagre de Deus, pois Jeane já possui dois filhos, sendo que ambas gestações já foram de alto risco. No passado, ela havia sido advertida da impossibilidade de engravidar novamente.
 

O procedimento para o parto, a extração do material genético do cordão umbilical e o tratamento para a leucemia, não é nada barato, estando hoje orçado em torno de R$ 20.000,00.
 

A estudante de medicina Jeane Castro Brasil e a mãe dela, a policial civil Rosilene Castro, que atua na Central de Polícia

 

A mãe de Jeane, a policial civil Rosilene Castro, que atua na Central de Polícia, em Porto Velho, e amigos estão pedindo a quem puder ajudar com uma contribuição financeira para o tratamento da filha.

 

Eles agora lutam contra o tempo para arrecadar o valor que cubra as despesas do parto que está programado para ocorrer no próximo dia 20 de outubro.

 

 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS