BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

ORGULHO: Fisioterapeuta recém-formada na Uniron se torna residente após seleção

Dalila Reis garante que o curso oferece grandes oportunidades para quem deseja atuar na área da saúde

ASSESSORIA

11 de Março de 2020 às 08:26

Foto: Divulgação

Cursar uma faculdade para obter sucesso profissional, é uma escolha que pode fazer a grande diferença no futuro. E foi pensando assim, que a fisioterapeuta Dalila Nunes Reis, recém-formada na Uniron, está construindo um caminho de sonhos e realizações em sua vida. Após ter participado de um processo seletivo em novembro do ano passado, a jovem portovelhense, faz parte agora de um Programa de Residência Multiprofissional do governo de Rondônia.

 

Para Dalila, que começa essa nova etapa em sua vida, acredita que a oportunidade possibilita o aprendizado e o aperfeiçoamento à prática da atuação, além disso, a formação que recebeu na Faculdade vê como uma aliada na sua jornada. “Para ser um excelente profissional nesta área, é preciso dedicação nos estudos e, a graduação só não basta. É importante buscar especializações, acima de tudo trabalhar de forma ética. E a Uniron, proporciona um corpo docente extremamente capacitado e uma Clínica Escola de Fisioterapia que fizeram a diferença na minha formação” explica Reis.

 

A jovem fisioterapeuta, concluiu o curso no final do ano passado, ela conta que no início foi um grande desafio conciliar o horário de trabalho com o de estudo. Em meio a situação, Dalila, diz que durante sua formação acadêmica pensou em seguir na Fisioterapia o ramo da Pediatria Infantil, porém, somente no 8º período quando teve contato com a Terapia Intensiva, viu que se identificava mais com esse ramo.

 

Ainda, de acordo com Dalila, a área da saúde sempre foi uma das opções em sua formação profissional, e com a escolha do curso se surpreendeu com a diversidade de trabalhos que poderia atuar. “Assim que iniciei o curso, descobri um mundo novo, a Fisioterapia possui um leque enorme de oportunidades. Podemos trabalhar com crianças, gestantes, idosos, operários e funcionários. Só de especialidades, temos 15, ou seja, tem um mercado de trabalho para todos e várias opções de atuação”, comenta Reis.

 

Atualmente, a fisioterapeuta faz parte do Programa de Residência Multiprofissional - Cuidados Intensivos de Adultos, na Unidade de Assistência Médica Intensiva (AMI), em Porto Velho. Seguindo uma rotina de 60 horas semanais, sendo 80% prática e 20% teórica. O programa de governo, organizado pela Secretaria de Estado da Saúde em Rondônia (Sesau/RO), permite a inserção de jovens profissionais formados atuarem em setores que fazem parte do Sistema Único de Saúde (SUS) e, ao mesmo tempo, se especializarem profissionalmente na graduação que se formou.

 

Para Dalila Reis, a formação superior adquirida na Faculdade Uniron, possibilitou um amplo conhecimento nos estudos e a regulamentação na profissão. Nesse sentido, feliz por trabalhar na área, ela motiva jovens e pessoas em geral que desejam seguir o mesmo caminho, a buscar a realização desse sonho. "Para os novos colegas que desejam fazer Fisioterapia, aconselho-os a aproveitar todos os momentos da graduação, buscar conhecimentos, perguntar quantas vezes forem necessárias e, no fim de tudo, oferecer sempre o melhor aos pacientes", deseja Reis.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS