BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

VERGONHA: “Saí de Lábrea e atolei em Porto Velho”, desabafa motorista

O bairro Jardim Santana é um dos mais prejudicados com a morosidade da prefeitura de Porto Velho

DA REDAÇÃO - João Paulo Prudêncio

10 de Março de 2020 às 10:28

Foto: Divulgação

Um cidadão registrou em vídeo nesta última segunda-feira (9) a condição de penúria à qual a comunidade de Porto Velho vem sendo condicionada por conta da ausência do poder público na grande maioria dos bairros da região.

 

Em seu vídeo, ele relata que acabava de chegar de uma viagem da cidade amazonense de Lábrea, onde o acesso se dá por um trecho da BR-230 nacionalmente conhecida pela sua precariedade, mas foi atolar com seu veiculo apenas no momento em que chegou à Porto Velho.


“Tive que passar aqui pelo bairro Jardim Santana, e ao entrar na rua, quando me deparo, olha só a minha situação. Aí eu andei duzentos quilômetros de estrada de chão, de Lábrea até Humaitá e não atolei”, afirmou o cidadão em seu registro veiculado nas redes sociais.

 

O bairro Jardim Santana é um dos mais prejudicados com a morosidade da prefeitura de Porto Velho, no período de seca a poeira toma conta da área, já no inverno amazônico, os atoleiros deixam o local praticamente intransitável e obriga a população a conviver literalmente com a lama.

 

Confira vídeo:

 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS