BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Prefeitura inaugura iluminação pública em Rio Pardo

A Emdur colocou mais de 300 pontos de luz nas principais ruas do distrito

Da Redação

02 de Outubro de 2017 às 05:00

Foto: Divulgação

Criado em 1999, o distrito de Rio Pardo, localizado a 160 quilômetros de Porto Velho, até quatro meses atrás não contava com energia nas residências.

O prefeito Hildon Chaves, que conheceu a região ainda quando estava em campanha eleitoral, intercedeu junto a Eletrobrás para levar o benefício aos cerca de seis mil habitantes.

Mas as benfeitorias não pararam por aí. Esta semana a prefeitura, por meio da Emdur - Empresa de Desenvolvimento Urbano, instalou 300 pontos de luz e deixou o distrito totalmente iluminado.

“Estive aqui ainda na campanha eleitoral. Os moradores reclamavam muito da falta de energia. Conseguimos junto a Eletrobrás e agora a administração municipal iluminou as ruas. É gratificante ver a felicidade desses moradores, que estavam praticamente esquecidos. A diferença é gritante a autoestima das pessoas agora é grande”, disse o prefeito Hildon Chaves, que esteve na tarde de sexta-feira vistoriando o serviço de iluminação pública feito na localidade.

O atual administrador de Rio Pardo, Valdemar Baza, o Brazuca, contou que mora na região há 15 anos. “Nossa cidade estava esquecida. Ninguém olhava por nós. A energia era uma reinvindicação antiga”, afirmou.

DISTRITOS

O prefeito Hildon Chaves afirmou que não somente o distrito de Rio Pardo está recebendo os serviços da administração municipal. Destacou que em sua gestão a meta é trabalhar em todos os distritos. “Nós estamos trabalhando muito, mas a população nos distritos é imensa. Estavam abandonadas a exemplo da localidade de Marco Azul, onde recuperamos recentemente a estrada. As crianças voltaram a estudar, pois os ônibus não passavam mais por ali”, disse.

ESTRADAS

Ainda sobre a questão das estradas, Hildon Chaves explicou que Porto Velho conta com 6 mil 850 quilômetros de estradas vicinais. “Esse ano já conseguimos recuperar 2 mil quilômetros”, finalizou.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS