BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Literatura brasileira é tema de apresentações de alunos na Escola SESI de Vilhena

Literatura brasileira é tema de apresentações de alunos na Escola SESI de Vilhena

Da Redação

27 de Junho de 2012 às 17:21

Foto: Divulgação

Fazer com que os adolescentes adquiram gosto pelos textos clássicos não é tarefa fácil atualmente, e pensando em tornar esse conhecimento mais significativo, a professora de Literatura Nidiane Latocheski motivou seus alunos a deixarem de lado os antigos relatos dos livros lidos no bimestre para uma apresentação mais lúdica e criativa. O resultado foi positivo, pois os estudantes realizaram apresentações com criatividade para tornar o estudo literário mais atrativo.

 

Os temas trabalhados no bimestre foram o Modernismo – 2ª fase para o 3º ano, por meio de romances e antologias poéticas, entre eles, Capitães da Areia (Jorge Amado), Ana Terra e Olhai os lírios do campo (Érico Veríssimo), Menino de Engenho e Fogo Morto (José Lins do Rêgo), O Quinze (Raquel de Queiroz), 70 Historinhas de Carlos Drummond, e ainda Antologias Poéticas de Vinícius de Moraes, Cecília Meireles e Jorge de Lima.

 

O 2º ano estudou o Romantismo no Brasil, com as obras: A Moreninha (Joaquim Manuel de Macedo), A escrava Isaura (Bernardo Guimarães), O Guarani, Lucíola e Cinco Minutos (José de Alencar). O estudo do Gênero Narrativo para o 1º ano contemplou diversos contos da Literatura Brasileira e Universal, entre eles: A cartomante, Cinderela, Chapeuzinho Vermelho e Parábolas, dos quais estiveram presentes nos teatros apresentados. As tecnologias também foram utilizadas na produção de slides, vídeos, paródia e dança.

 

Segundo a professora, “o trabalho foi muito proveitoso e dinâmico, o que tornou os estudos literários mais agradáveis, por meio de experiências ricas, que contribuíram para o desenvolvimento da sensibilidade em relação à arte literária”. Ela complementa agradecendo o empenho dos alunos que fizeram trabalhos de ótima qualidade, da equipe pedagógica e da líder Indiaar A. Peretto Nicolodi.

 

A líder da unidade acrescenta que “o incentivo à leitura é um dos pilares indispensáveis para o desenvolvimento dos alunos em todas as áreas do conhecimento”, finalizou.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS