MAIORES QUANTIAS - Quem paga mais: Loteria dos Estados Unidos ou a da Europa?

Nenhum milhão brasileiro chega a fazer cócegas nos milhões ianques ou europeus

MAIORES QUANTIAS - Quem paga mais: Loteria dos Estados Unidos ou a da Europa?

Foto: Divulgação

 

Agora que qualquer pessoa pode jogar nas melhores modalidades lotéricas do mundo, uma pergunta fica no ar: quais são aquelas que costumam pagar as maiores quantias do planeta? Porque, por mais que as premiações se acumulem, aqui no Brasil, elas jamais chegarão à metade da fortuna paga por modalidades como Powerball ou Euromillions.

 

Pra começo de conversa, elas pagam em dólar e em euro, o que já deprime qualquer pessoa. Nenhum milhão brasileiro chega a fazer cócegas nos milhões ianques ou europeus. O real perde de lavada na conversão, mas mesmo que o câmbio fosse favorável, ainda assim os gringos continuariam com uma vantagem ampla.

 

Tanto na América quanto no Velho Continente, as boladas já chegaram na casa dos bilhões, enquanto a Mega da Virada, que costuma pagar as maiores quantias por aqui, nunca ultrapassou a barreira dos 400 milhões. Se você nunca jogou pela internet, chegou a hora de começar a arriscar seus números favoritos pelo celular ou computador.

 

 

A melhor loteria da europa ainda é a Euromillions, cujo próximo sorteio chegará aos 206 milhões de euros. O recorde da modalidade é 210 milhões, equivalente a cerca de 1,4 bilhão de reais. Em fevereiro deste ano, ela entregou 210 milhões de euros, e vai pagar mais de 1 bilhão outra vez agora, com as acumulações posteriores.

 

A Megamillions fez a felicidade de 4 americanos, agora em janeiro. Simplesmente pagou um valor equivalente a quase 6 bilhões de reais! Você não leu errado! Mesmo dividido, o prêmio chegou a mais de 1 bilhão para cada um dos sortudos moradores do estado de Michigan.

 

 

Segundo a imprensa norte americana, cada ganhador levou pra casa cerca de 771 milhões de reais, depois dos impostos estaduais e federais descontados. Nos Estados Unidos, ao contrário do Brasil, os impostos só incidem depois que os ganhadores são escolhidos. Por aqui, a grana já vem livre de taxas.

 

Em março, outra premiação bilionária também foi entregue, desta vez no estado de Maryland. 731,1 milhões de dólares que podem ser pagos de uma única vez, com um mega desconto que retira até 150 milhões de verdinhas, ou então o ganhador recebe tudinho, mas durante 29 anos, como se fosse uma mesada maravilhosa. O que você escolheria?

 

A sempre exuberante Powerball

 

 

Nada se compara, no entanto com os números da Powerball. Em uma oportunidade, esta modalidade – que mobiliza todo o país quando sorteia quantias vultuosas – chegou a entregar aproximadamente 1 bilhão e 500 milhões de dólares.  Consegue imaginar tanto dinheiro?

 

Esta grana toda foi paga em 2016, 3 pessoas de muita sorte dividiram o prêmio. Eles apostaram na Flórida, no Tennessee e na Califórnia. Achou muito? A Megamillions repetiu a façanha e também pagou cerca de 1,5 bilhão de dólares, dois anos depois. Mas desta vez, o sonho todos que jogam na loteria se fez real. Apenas um sortudo – da Carolina do Sul – levou a bolada toda pra casa!

 

 

Só agora em janeiro, a Megamillions voltou a pagar uma premiação de mais de 1 bilhão de verdinhas, no caso já citado acima. Será que a loteria brasileira, algum dia, vai conseguir chegar perto desses valores? Talvez não seja possível, mas nada impede que você aposte tanto numa modalidade brasileira quanto em uma estrangeira.

 

Procure um bom site confiável e faça sua fezinha em todas que estiverem disponíveis. Vai ser muito chique ficar milionário em dólar ou em euro, não é? Acho que seria preciso umas 3 encarnações pra conseguir dar conta de tanto dinheiro assim. Ou você faz o tipo gastador? Arrisque-se!

 

 

 

 

Direito ao esquecimento

Qual é a rede social que você mais acessa?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública.

MAIS NOTÍCIAS

I Alves Pereira LTDA

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS