FUTEBOL: De virada, União Cacoalense vence o Ji-Paraná em amistoso

A partida contou com a presença de 10% de capacidade de público do estádio Aglair Tonelli, onde todos os torcedores presentes foram testados

 FUTEBOL: De virada, União Cacoalense vence o Ji-Paraná em amistoso

Foto: Divulgação

O União Cacoalense venceu, de virada, neste sábado o amistoso diante do Ji-Paraná por 3 a 1 no estádio Aglair Tonelli Nogueira, em Cacoal, na preparação das duas equipes para a disputa do Campeonato Rondoniense 2021.

 

A partida contou com a presença de 10% de capacidade de público do estádio Aglair Tonelli, onde todos os torcedores presentes foram devidamente testados duas horas antes do início do jogo, de acordo com o decreto de autorização da prefeitura de Cacoal de retorno do futebol profissional.

 

O Ji-Paraná foi superior na primeira etapa e conseguiu abrir o placar com o atacante Wilker. Já, na etapa final, o União Cacoalense conseguiu chegar a igualdade com Jobson e, em seguida, Cristiano colocou a Raposa da BR em vantagem no duelo. Nos minutos finais, os donos da casa chegaram ao terceiro gol com Jobson.

 

O União Cacoalense estreia no dia 24 de abril contra o Barcelona em local a definir. Já o JiParaná entra em campo no dia seguinte diante do Guaporé no estádio Cassolão, em Rolim de Moura.

 

O jogo 

 

Seguindo os protocolos de segurança e saúde da FFER (Federação de Futebol do Estado de Rondônia) e da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), as duas equipes fizeram um início de partida com ritmo de jogo bastante abaixo em virtude do longo tempo de preparação das duas equipes. A melhor oportunidade surgiu aos 27 minutos, Tufão recebeu na área e finalizou, mas o goleiro Arthur fez grande defesa. Aos 31 minutos, Michel cobrou falta, mas o goleiro Arthur se estica e colocou para escanteio. Aos 34', Tufão lançou em profundidade para Wilker, que entrou na área pelo bico da área e finalizou cruzado, mas o goleiro Arthur espalmou.

 

Aos 35', Wilker dominou a bola dentro da área e bateu rasteiro, mas novamente Arthur salvou. No mesmo minuto, Wilker arriscou de fora, a bola desviou no seu marcador e caiu no fundo das redes, abrindo placar para o Galo da BR. Aos 42', Wilker novamente recebeu dentro da área e finalizou forte, mas o goleiro Arthur voltou a defender. 

 

Na volta do intervalo, o União Cacoalense retornou a campo buscando pressionar o adversário. Logo a um minuto, Wendel cobrou falta na área e Juliano cabeceou livre por cima do gol. Aos 12 minutos, Cristiano lançou Jobson em velocidade, que ganhou do seu marcador e bateu na saída do goleiro Douglas Silva, deixando tudo igual no placar. Aos 15', Wendel cobrou falta na área e Cristiano subiu livre para cabecear a bola para o fundo das redes. Aos 22', Fabinho recebeu dentro da área e finalizou forte, mas acertou a trave. Aos 25', Cristiano recebeu a bola dentro da área e chutou de primeira, mas o goleiro Douglas Silva fez grande defesa. Aos 29 minutos, o Galo da BR ficou com um jogador a menos em campo após a expulsão do zagueiro Luís Otávio. Aos 42', em contra-ataque, Cristiano avançou em velocidade e tocou para Jobson, que passou por seu marcador e finalizou forte para marcar o terceiro do Galo da BR. Após o gol, Wilker peitou o árbitro Valmir da Silva Oliveira e acabou sendo expulso. 

 

Ficha Técnica
União Cacoalense 3 x 1 Ji-Paraná
Local: estádio Aglair Tonelli Nogueira (em Cacoal-RO);
Data: 10/04/2021 (sábado);
Árbitro: Valmir da Silva Oliveira;
Assistentes: José Mauro e José Miranda; 4º árbitro: Adenilson de Souza Barros;
Gols: Wilker aos 35' do 1º tempo; Jobson aos 12' e aos 42' e Cristiano aos 15' do 2º
tempo;
Cartões amarelos: Cristiano, Fabinho, Jobson, Sacoman e Wendel (União Cacoalense);
João Vitor, Pedro Paulo, Regito, Washington, Wilker e Witalo (Ji-Paraná);
Expulsões: Luís Otávio e Wilker (Ji-Paraná);
União Cacoalense
Arthur; Wendel (Luan), Tafarel, Rafael e Fabinho; Jackson (Miler), Juliano, Sacoman e Paulo
Henrique; Cristiano (Maicon) e Pará (Jobson). Técnico: Heder Palmonari.
Ji-Paraná
Douglas Silva; Michel, Paulinho, Luis Otávio e Witalo; Wanderson, Pedro Paulo, Neto e Tufão
(Regito); Wilker e Washington (Patrick). Técnico: Bebeto Amorim.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

FP Baby LTDA

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS