BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Gil faz grande defesa nos minutos finais e Vilhenense fica no empate

Com 7 pontos o Vilhenense é sétimo colocado no Grupo A1 da Série D

FOLHA DO SUL ONLINE

03 de Novembro de 2020 às 09:40

Foto: Divulgação

Jogando no Estádio Portal da Amazônia na tarde do último sábado, 31, o Vilhenense-RO ficou no empate sem gols diante do Rio Branco-AC, pela 10ª Rodada do Campeonato Brasileiro Série D. Com o resultado o Vilhenense chega ao sétimo ponto e permanece na penúltima colocação do grupo. Já o Rio Branco agora tem 17 pontos e segue no G4.
 
Diferentemente da partida anterior quando o Leão foi goleado pelo Fast-AM, no jogo de hoje o time de sul rondoniense apresentou um melhor futebol com algumas jogadas trabalhadas, mas ainda peca muita pela inexperiência de seus atletas.
 
A melhor chance da equipe vilhenense na primeira etapa aconteceu aos 32 minutos com Edilsinho que recebeu na intermediária esquerda do ataque e levantou a bola na área Cartilagem entrou pela direita, por traz dos zagueiros e cabeceou no contra-pé do goleiro Bruno que nada pode fazer, mas a bola caprichosamente passou rente a trave e se perdeu pela linha de fundo.
 
Outra jogada que exigiu do goleiro bruno foi no chute de Patrick de fora da área aos 40 minutos, que obrigou o goleiro do Rio Branco e se esticar todo para espalmar a bola para escanteio.  
 
O Rio Branco criava principalmente com o camisa 10 Magno que lançava Ângelo e Liniker. E foi com Ângelo, aos 25 minutos; Cassiano fez jogada pela direita e cruzou para Ângelo que dominou no canto esquerdo da pequena área e chutou forte por sobre o gol do Gil.
 
No segundo tempo o Vilhenense voltou melhor e dominou as ações, principalmente com a entrada de Marcelo que trouxe mais velocidade ao jogo. Pelo lado do Rio Branco a Saída de Magno causou uma queda no rendimento do time visitante que jogou mais no contra-ataque, mas, nem por isso foi menos perigoso.
 
Numa das jogadas melhores trabalhadas do Vilhenense, Giovani Carignano passou por dois na lateral esquerda, tocou para Edilsinho no meio-campo, e o baixinho achou Cartilagem dentro da área, o camisa 11 abriu espaço para finalização, mas optou por mais um drible e acabou desarmado.
 
Outra chance foi criada apenas aos 39 minutos. Na cobrança de escanteio a bola foi levantada no segundo pau e Cartilagem por trás de todo mundo testou para o gol, ma a bola acertou a rede pelo lado de fora.
 
Já nos acréscimos o goleiro Gil salvou o Vilhenense da derrota. Na primeira o atacante Liniker invadiu a área sozinho com a bola dominada e, cara-a-cara com o Gil chutou forte, mas o goleiro vilhenense que saiu para diminuir o espaço do atacante, defendeu com o pé.  No lance seguinte, de novo Liniker entrava na área do Vilhenense com a bola dominada, mas na finalização o zagueiro Pablo travou e o chute saiu mascado, facilitando a defesa do goleiro Gil.
 
Depois de dois jogos em casa, o Vilhenense viaja esta semana para o Acre para enfrentar o Atlético-AC. Já o Rio Branco encara o Galvez-AC numa reedição da final do Acreano 2020.  
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS