ESPAÇO ABERTO: Banco genético irá facilitar localização de pessoas desaparecidas

ESPAÇO ABERTO: Banco genético irá facilitar localização de pessoas desaparecidas

Foto: Divulgação

APOIO
 
O Ministério Público de Rondônia é um dos parceiros da campanha nacional de coleta de DNA de familiares de pessoas desaparecidas, desenvolvida pelo Ministério da Justiça.
 
NO LIMITE
 
As coletas serão realizadas até amanhã, em pontos estratégicos de nove municípios do Estado. O objetivo é dar mais agilidade ao processo de busca por desaparecidos.
 
ORIGEM 
 
O projeto é uma iniciativa do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) e prevê uma abrangência nacional.
 
CRUZAMENTO
 
A ação consiste na coleta de amostras biológicas de familiares de pessoas desaparecidas para exame de DNA e inclusão dos perfis 
genéticos no Banco Nacional de Perfis Genéticos (BNPG).
 
CRUZAMENTO 2
 
Posteriormente será feito confronto com as amostras tanto de pessoas vivas, como dos corpos não identificados ou ossadas que deram entrada no Instituto Médico Legal (IML) dos estados.
 
QUALQUER LUGAR
 
Na prática, significa que se um corpo for encontrado em Rondônia e seus parentes realizarem as coletas no Rio de Janeiro, por exemplo, o Banco Nacional de Perfis Genéticos vai apontar a confirmação do parentesco.
 
NO ESTADO
 
A execução da Campanha será realizada em Rondônia pelo Instituto de DNA Criminal, órgão interno da Politec, e a nível nacional pela Rede Integrada de Bancos de Perfis Genéticos (Senasp).
 
COLETAS
 
Em Rondônia, as coletas estão sendo realizadas nas Unidades de Perícias Oficiais Criminais localizadas nas cidades de Ariquemes, Jaru, Ji-Paraná, Cacoal, Rolim de Moura, São Miguel do Guaporé, Vilhena, Guajará-Mirim e Porto Velho.
 
DÚVIDAS
 
Mais informações podem ser obtidas com a Politec, por meio do telefone 3216-8853.
 
 
RINDO À TOA
 
O deputado federal coronel Chrisóstomo comemorou a divulgação de pesquisa do Site www.politicos.or.br que o colocou como um dos deputados federais mais
atuantes de Rondônia.
 
 
CRITÉRIOS
 
O Site www.politicos.org.br/, usa em sua métrica de cálculo a pontuação dos políticos que é definida de acordo com a atuação no combate à corrupção, aos privilégios e ao desperdício da máquina pública.
 
PONTUAÇÃO
 
Para apurar o desempenho dos parlamentares, são avaliados dados sobre presenças nas sessões, economia de verbas, processos judiciais e votações dos parlamentares nas decisões mais importantes do Congresso.
 
CONFIANÇA
 
Todos os dados apresentados são de origem oficial publica, obtidos diretamente dos sites do Senado, da Câmara e dos Tribunais de Justiça. Cada ponto ganho ou retirado está documentado, com a fonte da informação, de modo que qualquer um possa conferir.
 
AGRADECIMENTO
 
“Ser avaliado como um dos melhores parlamentares de Rondônia é um enorme reconhecimento”, diz o deputado que afirma ter visitado todos os 52 municípios
do Estado. 
 
 
FAVORÁVEL
 
Durante entrevista na SIC TV, o presidente Jair Bolsonaro (SEM PARTIDO) se manifestou em relação à transposição dos servidores do Estado para o quadro Federal.
 
AINDA NA CÂMARA
 
Segundo Bolsonaro, quando ainda era deputado federal ele votou favorável à Proposta de Emenda à Constituição – PEC, que garantiu o direito à essa transposição à milhares de servidores públicos rondonienses. 
 
CORONAVÍRUS
 
Porém, de acordo com o presidente, os problemas agravados por conta da pandemia de COVID-19 acabaram prejudicando a União à transpor mais servidores por conta do teto de gastos.
 
APOIO
 
Bolsonaro afirmou que irá analisar a situação da transposição novamente, dessa vez com mais atenção, mas, pediu ajuda.
 
BANCADA
 
Sugeriu que algum deputado da bancada do Estado procure ele para apresentar quais são as categorias de servidores que aguardam essa medida.
 
ESTUDO
 
Atualmente uma comissão da transposição do Governo Federal analisa mais de 35 mil casos de servidores dos estados de Rondônia, Roraima e Amapá, que
podem ter o direito de serem incorporados ao quadro funcional da União. 
 
NOMEAÇÃO
 
Presidente da Assembleia Legislativa de Rondônia, deputado Alex Redano, acompanhado dos deputados que compõem a Mesa Diretora, nomearam novos servidores da casa que foram aprovados em concurso no ano de 2018.
 
 
PAULATINAMENTE
 
A posse foi para os cargos de assistente legislativo e analista legislativo. Em 2019, 20 concursados tomaram posse. Já em 2020, outros 40 também foram empossados.
 
NECESSIDADE
 
Segundo o presidente Redano, empossar os concursados é muito importante porque vai atender as necessidades da casa. Ao assumir seus cargos eles vão colaborar com a ALE em funções importantes que demandam profissionais qualificados, explicou Redano.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS