BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

ESPAÇO ABERTO: Hildon Chaves pode ganhar ainda no primeiro turno

Confira a coluna de Cícero Moura

CÍCERO MOURA/RONDONIAOVIVO

26 de Outubro de 2020 às 08:48

Atualizada em : 26 de Outubro de 2020 às 09:47

Foto: Divulgação

TÁTICA
 
Para um candidato se dar bem em uma eleição são necessárias boas propostas de governo e um discurso inteligente, dentro da realidade. A estratégia também manda que se avalie o perfil de público quando a intenção for cutucar um adversário.
 
“CRÍTICAS”
 
O aspas no título acima é para se referir ao estratagema que vem sendo usado por alguns candidatos quando se referem ao prefeito Hildon Chaves, candidato à reeleição.
 
GOL CONTRA
 
Criticar o prefeito por investir em iluminação ou pela prefeitura pagar aluguéis de imóveis que servem para atender parte da estrutura municipal é excelente. Para o Hildon Chaves. Vou explicar.
 
REALIZAÇÕES
 
Posso até concordar que o prefeito não tenha feito o governo dos sonhos e falhado em algumas áreas, mas acho de extrema burrice criticá-lo justamente nos pontos positivos da gestão dele.
 
SEM LOCAL
 
Não é de hoje que a prefeitura mantém imóveis alugados para atender a estrutura municipal. Se não há superfaturamento nas locações, não vejo problema nenhum. Afinal, determinadas secretarias ou órgãos precisam de um local descente para funcionar.
 
LOGÍSTICA
 
A Secretaria Municipal de Saúde , por exemplo, funciona em imóvel alugado. O município não tem um prédio próprio que comporte a logística que a Semusa necessita. Lembro de um local horroroso na avenida Calama onde a Secretaria funcionava. A reclamação era generalizada em relação à estrutura que havia lá. 
 
MAIS CLARO
 
Outra crítica muito bem-vinda para o prefeito é de que ele iluminou a cidade em vez de investir em saúde. Ora, críticas sobre saúde precária vão existir
infinitamente. O que o criticado agradece com fervor é o adversário citar um ponto positivo da atual administração para justificar um problema que é crônico. 
 
COERÊNCIA
 
Por outro lado, outros candidatos agem de forma mais razoável até mesmo na crítica. Breno Mendes fez vários vídeos reforçando que se for eleito vai fazer drenagem e limpeza de canais para resolver o problema das alagações.
 
LUCIDEZ
 
Breno poderia muito bem pegar uma rua esburacada e de chão batido para dizer: vejam que absurdo isso, poeira e buracos em toda a parte. O que essa gestão fez por esse ou aquele bairro? Breno não fez isso, mas mesmo assim no programa eleitoral de Hildon Chaves a resposta está pronta. 
 
PROXIMIDADE
 
Williames Pimentel diz que por onde anda, principalmente nos distritos, as pessoas se queixam da presença mais constante do prefeito para dialogar com as comunidades. Pimentel promete uma gestão participativa. 
 
BANDEIRA
 
Ramon Cujuí tem feito discursos voltados para a discriminação que negros, mulheres e populações mais humildes sofrem. Mostra coerência e sensatez ao manter o discurso de esquerda sem procurar alvos.
 
SÓ PROPOSTAS
 
Ronaldo Flores nas visitas que faz tem ouvido demandas e destacado pontos de seu plano de governo que podem contribuir para atender as necessidades pleiteadas pela população.
 
ATAQUES
 
Vinícius Miguel segue na mesma linha de Ronaldo. Também tem apresentando propostas e ouvido o que a população considera como prioridade para a próxima gestão. 
 
AJUDAR QUEM PRECISA
 
Até mesmo propostas dificilmente possíveis de serem realizadas chamam mais atenção do que ataques sem sentido. Samuel Costa, por exemplo, quer criar um auxílio de 600 reais por mês, durante 12 meses, para mulheres que estão com medida protetiva.
 
RETA FINAL
 
Faltando apenas duas semanas para a eleição, Hildon Chaves me parece muito tranquilo já que alguns candidatos mais parecem cabos eleitorais dele do que adversários.
 
ELEIÇÕES EM VILHENA
 
Eduardo Japonês mantém boa popularidade em Vilhena e tem aparecido na frente em levantamentos realizados no município. Além das ações realizadas pelo prefeito é preciso destacar também o bom trabalho de mídia da comunicação da prefeitura.
 
AÇÕES
 
Até já escrevi sobre isso. A eficiência da comunicação em Vilhena poderia servir de exemplo para outras cidades, inclusive Porto Velho. Os jornalistas de lá sempre mandaram informações sobre o trabalho da gestão. Se vai ser publicado ou não, é  outra história.
 
NA FRENTE
 
Voltando a falar sobre a eleição de Vilhena, pesquisa divulgada na sexta-feira,23, aponta Japonês (PV) com 41,4% da preferência dos eleitores. Rosane Donadon (PSC) aparece com 29,2% e coronel Rildo ( PODEMOS) tem 12,9%.
 
OUTROS NÚMEROS
 
Na quarta colocação está Paulinho da Argamazon (REPUBLICANOS), com 5,0%. Em seguida vem Miguel Câmara (PSB), com 2,4%. E os que não souberam ou
não responderam somaram 9,1%.
 
PESQUISA 
 
A pesquisa foi realizada pelo Instituto Haverroth de Política, Estatística e Comunicação (IHPEC). Foram ouvidos 595 eleitores entre os dias 19 e 20 de outubro. A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral sob o número RO-07732/2020. A margem de erro é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos.
 
BOM EXEMPLO
 
O bom trabalho do Governo de Rondônia no combate à Covid–19 começa a apresentar resultados. Com a queda no número de letalidade em 2,05%, o estado se destaca nacionalmente em comparação aos estados vizinhos e é o primeiro em transparência na divulgação de dados da doença.
 
PONTUAIS
 
Em Rondônia foram registrados 1.430 óbitos e 69.806 casos até quinta-feira (22). Em alguns estados vizinhos da região Norte, o percentual de letalidade é mais expressivo. Como é o caso do Amazonas. Onde já foram registrados 4.350 óbitos e 151.858 casos, com taxa de letalidade de 2,86%.
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS