BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

ESPAÇO ABERTO: Polícia Civil cria Delegacia Virtual para evitar aglomerações em delegacias

Confira a coluna de Cícero Moura

CÍCERO MOURA/RONDONIAOVIVO

22 de Maio de 2020 às 08:45

Atualizada em : 22 de Maio de 2020 às 14:17

Foto: Divulgação

VIRTUAL
 
A Polícia Civil está orientando a população a usar internet quando precisar de serviços para evitar aglomerações. O objetivo é reforçar os cuidados que estão sendo tomados para evitar o novo coronavírus.  
 
LIMPEZA
 
Segundo a Secretaria de Segurança, todas as DPs da capital e outros órgãos da PC já passaram  por desinfecção garantindo um ambiente adequado para quem mantém as atividades. De acordo com a diretora do Departamento de Polícia Metropolitana (Depom), delegada Rosilei Lima, a Delegacia Virtual evita riscos tanto para servidores como os cidadãos que não precisam sair de casa para resolver suas demandas.
 
SERVIÇOS
 
O serviço virtual é gratuito e um dos mais modernos em sistemas de ocorrências policiais, podendo ser utilizado por cidadãos maiores de 18 anos, do ambiente residencial ou qualquer lugar em que haja sinal de internet disponível.
 
EXEMPLOS
 
Pelo sistema podem ser feitas comunicação de fato delituoso ou não, a exemplo de extravio ou perda de documentos e objetos. Furtos ou roubos considerados de simples agravo (que não haja lesão corporal) ou quando o prejuízo da vítima é considerado mínimo.
 
ORIENTAÇÃO
 
Para registrar a ocorrência pela Delegacia Virtual, o próprio website dá instruções de como gerar o boletim eletrônico, clicando na opção “registrar nova ocorrência” e preenchendo todos os dados descritos nos campos do registro. Logo após a conclusão, o boletim pode ser validado e posteriormente impresso. As ocorrências registradas passam pelas equipes policias de plantão e são encaminhadas para despacho do delegado de serviço.
 
GRIPE
 
Servidores da Secretaria Municipal de Assistência Social e da Família (Semasf), da Prefeitura de Porto Velho, estão recebendo vacina contra a gripe.
 
ATUAÇÃO
 
A justificativa é que os servidores estão realizando, em tempo de pandemia, serviços essenciais, na ponta, atendendo as pessoas e famílias vulneráveis.
 
CIDADÃOS
 
Obedecendo um cronograma já elaborado de realização do serviço de vacinação, serão vacinados também os usuários das unidades de acolhimento da Semasf. 
 
DIRETO PARA O CEMITÉRIO
 
O aviso foi dado em redes sociais pela secretária de saúde de Rolim de Moura, Simone Paes. Simone alerta que quem morrer de Covid-19 sairá do no hospital no caixão e não vai ter nem velório.
 
ALERTAR
 
Em um vídeo dramático, publicado em seu perfil no Facebook, a secretária Simone Paes, anunciou medidas mais duras de fiscalização para que a população de Rolim obedeça as regras estabelecidas pela prefeitura para enfrentar a pandemia de Coronavirus.
 
DENÚNCIA
 
No vídeo, a secretária revela que, numa única manhã foram confirmados quatro novos casos de Covid-19 na “Capital da Zona da Mata”, e denuncia que eventos familiares continuam sendo realizados na cidade, facilitando a propagação da doença, já que muitos circulam pelas ruas sem usar máscaras.
 
CLOROQUINA
 
Também pelo Facebook, o ex-senador e atual vereador em Ariquemes, Ernandes Amorim (PR), defendeu publicamente o controverso medicamento, que rende debates nos meios científicos e nas redes sociais.
 
FICOU CURADO
 
Ernandes disse que já teve 15 malárias e foi tratado a base da cloroquina , quando conseguiu se recuperar. O ex-senador avisou que se for contaminado com Covid-19 os médicos estão liberados a usar a cloroquina.
 
600 CONVIDADOS, MAS NENHUM PRESENTE
 
Um casal de rondonienses decidiu se casar sozinhos durante a pandemia de Covid-19, sem a presença dos convidados. As fotos dos 600 convidados foram coladas nos bancos da igreja e a cerimônia religiosa foi transmitida ao vivo pelas redes sociais.
 
ESTÃO MORANDO NO MATO GROSSO
 
O funcionário público Ivan Oliveira e a bancária Kátia Araújo conseguiram realizar o sonho tão esperado, mas, para isso, 15 dias antes da cerimônia tiveram que fazer algumas mudanças e adaptações.
 
Os dois moram em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá (MT).
 
NÃO IRIA INCOMODAR
 
Em uma de suas transmissões no Facebook o governador Marcos Rocha disse que não pediria ajuda ao Governo Federal para resolver suas demandas. Rondônia trataria seus compromissos com recursos próprios sem ficar “incomodando” o Messias. 
 
MUDOU DE IDEIA
 
Nesta quinta-feira, Jair Bolsonaro fez reunião virtual com os governadores e lá estava Marcos Rocha, bem comportado ouvindo sua excelência o Messias. O pedido de todos os governos era o mesmo, ajuda financeira para superar a pandemia.
 
VAI RECEBER
 
Marcos Rocha e os demais governadores ouviram que o Governo federal vai liberar aos governos estaduais e municipais recursos financeiros em torno de R$ 125 bilhões do Tesouro Nacional.
 
TEM CONTRAPARTIDA
 
Os governadores se comprometeram em não aumentar gastos com folha, Pois conforme o Ministério da Economia grande parte da ajuda será coberta com os R$ 98 bilhões que serão poupados com a suspensão de qualquer aumento salarial dos servidores federais, estaduais e municipais - por dois anos.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS