ELUCIDADO: Delegado descarta furto politico em comitê de candidato a prefeito de Jí-Paraná

De acordo com o delegado as investigações levaram à certeza de que não houve qualquer conotação politica

O delegado da Polícia Civil Rildo Maciel falou com a imprensa sobre o caso do furto no comitê de campanha do candidato a prefeito de Ji-Paraná, Isaú Fonseca, onde foram levados além de pequenos pertences, caixas de santinhos eleitorais, documentos e contratos de campanha. 
 
De acordo com o delegado as investigações levaram à certeza de que não houve qualquer conotação politica com esse fato, se tratando de um furto casual.
 
“Eu posso afirmar a população que não houve conotação politica, foi um furto casual no comitê eleitoral. Conseguimos elucidar 100% esse furto e a nossa intenção era trazer a resposta à população antes da eleição”, afirmou Rildo Maciel. 
 
Ainda segundo o delegado, a alegação de um dos envolvidos de que teria sido pago para forjar o furto por membros do próprio comitê não procede. Conclusão que foi possível chegar após analises de câmeras de segurança. 
 
“Como não houve uma situação de flagrante os envolvidos estão sendo interrogados e responderão em liberdade por furto qualificado”, afirmou Rildo Maciel. 
 
O caso foi considerado elucidado pela Polícia Civil.  
Direito ao esquecimento

Qual dos deputados federais de Rondônia, você considera mais atuante no Congresso Nacional?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública.

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS