BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

PORTO VELHO: Ativista Cultural, Chicão Santos é candidato a vereador

Enquanto artista e produtor cultural é responsável pelo Amazônia encena na rua, maior Festival de Teatro de Rua do país, um evento que democratiza o acesso a arte e cultura a milhares de pessoas

ASSESSORIA

01 de Outubro de 2020 às 11:10

Atualizada em : 01 de Outubro de 2020 às 11:46

Foto: Divulgação

Chicão Santos, artista, professor, ativista cultural e Membro da Academia Rondoniense de Letras tem a vida marcada pela dedicação a diversas ações e projetos sociais. Acredita que a melhor forma de contribuir com a sociedade é estar sempre à disposição dela.

 

Desde 1978, Chicão Santos se empenha na promoção de eventos que fortaleçam as ações da classe artística no Estado de Rondônia. Através de suas obras e projetos, colocou Porto Velho no mapa nacional da cultura, viajando aos quatro cantos do país como um representante nossa cidade.

 

Enquanto artista e produtor cultural é responsável pelo Amazônia encena na rua, maior Festival de Teatro de Rua do país, um evento que democratiza o acesso a arte e cultura a milhares de pessoas.

 

Recentemente Chicão Santos foi presidente do Conselho Estadual de Política Cultural do Estado de Rondônia (CEPC-RO), função que exerceu de modo voluntário. Durante o período que esteve à frente do CEPC organizou e trabalhou pela implementação de toda a legislação cultural do estado.

 

Destacam-se o programa de editais culturais; trabalhou pela dinamização da participação da sociedade civil no CEPC; apoiou e participou do processo de construção da Lei da Emergência Cultural, LEI ALDIR BLANC, que vai socorrer milhares de trabalhadoras e trabalhadores da cadeia produtiva da cultura, além de ouvir todos os segmentos culturais para efetivação das demandas para aplicação da referida lei; prestou assessoria e consultoria aos gestores culturais dos 52 municípios de Rondônia para aplicação dos R$ 32 Milhões de reais repassados ao estado e municípios de Rondônia e, por fim, foi o responsável pelo mapeamento dos artistas e dos espaços culturais do estado.

 

Enquanto educador trabalhou em inúmeros projetos como: o programa Escola Aberta, um projeto de voluntariado da SEMED de Porto Velho, MEC e supervisão da UNESCO, onde os voluntários atuavam aos finais de semana oferecendo oficinas de esporte e cultura.

 

Em outra frente do programa foi desenvolvida a formação de 135 professores e líderes comunitários, em extensão e pós-graduação; atuou como professor no Centro de Ensino Especial (CENE) desenvolvendo atividade de artes, especialmente do teatro, para alunos com deficiência.

 

Chicão Santos é professor concursado no Município de Porto Velho e como tal, irá optar em ser um vereador que recebe salário de professor. Segundo o candidato, essa é sua forma de buscar a valorização da educação e lutar pela melhoria do salário dos professores e profissionais do setor educacional.

 

O seu plano de trabalho e atuação enquanto vereador é amplo e audacioso, a começar por essa opção de renunciar a remuneração de vereador e continuar recebendo seu salário de professor, seguida da defesa intransigente de políticas públicas.

 

Como mote da campanha ele criou a hashtag #SouMaisPortoVelho que busca centralizar as discussões nas questões que envolve a sociedade portovelhense. Para o candidato, o que importa nessa campanha é refletir meios para transformar nossa cidade. “Para isso uma série de outras hashtags temáticas foram criadas para nortear as propostas a serem apresentadas durante a campanha”, explicou Chicão.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS