DOCUMENTÁRIO: 'Zé Maria, Vida de Seringueiro' destaca a memória dos seringueiros da Amazônia

O média metragem estará disponível a partir do dia 28 de maio no YouTube

DOCUMENTÁRIO: 'Zé Maria, Vida de Seringueiro' destaca a memória dos seringueiros da Amazônia

Foto: Divulgação

O documentário “Zé Maria, Vida de Seringueiro”, que será lançado em maio, resgata a memória dos seringueiros da Amazônia a partir da vivência de José Maria dos Santos, o Zé Maria. O filme estará disponível a partir do dia 28 de maio na plataforma YouTube.

 

O projeto foi contemplado no Edital Nº 35/2021/SEJUCEL-CODEC 2ª Edição Jair Rangel Pistolino Prêmio de Produção Audiovisual e Artes Cênicas, no Eixo II Produção Audiovisual de Média-Metragem- Categoria B, com recursos da Lei Federal 14.017/2020 (Lei Aldir Blanc).

 

Sobre o Projeto

 

“Zé Maria, Vida de Seringueiro” é um documentário, média metragem, sobre a memória dos seringueiros da Amazônia, a partir da vida de José Maria de Almeida, um dos mais importantes seringueiros de Rondaria. Seu Zé Maria, ainda vivo, é o personagem central do projeto, entrelaçando a biografia do protagonista, com as demais vidas de seringueiros.

 

 

É a oralidade do povo da mata que conduz o documentário. A partir de relatos dos personagens reais, a história será documentada, criando um registro sobre essa importante fase de Rondônia. Artistas convidados participam e contribuem de forma poética.

 

A trajetória de Zé Maria é fonte de trabalho para artistas, escritores e pesquisadores, tendo trabalhos publicados como o livro "Seringueiros da Amazônia. Sobreviventes da Fartura”, de Nilson Santos, e o espetáculo “A Borracheira”, do Grupo Teatral O Imaginário (RO).

 

Contar a história dos seringueiros, conhecidos como “Soldados da Borracha”, é registrar a memória dos povos extrativistas da Amazônia. As milhares de pessoas que vieram para cá eram, em sua maioria, nordestinos, assolados pela fome e estimulados pelos programas do Governo Federal da época. Estima-se que a região amazônica recebeu aproximadamente 500 mil nordestinos, durante o ciclo migratório (primeiro ciclo da borracha).

 

Documentar a vida de Zé Maria, seringueiro da região de Guajará-Mirim e fio condutor deste documentário, é também contar a saga de inúmeros trabalhadores que deixaram sua marca nas páginas da história. Atualmente, poucos estão vivos. Os relatos de vida destes personagens reais são retratados através de fragmentos de narrativas de sobreviventes e familiares. 

 

Direito ao esquecimento

Em qual desses quatro pré-candidatos você votaria se as eleições fossem hoje?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS