PANDEMIA: Hospital Regional de Vilhena está sem leito de UTI e coloca cone Sul em risco

Também não há mais ventiladores pulmonares

PANDEMIA: Hospital Regional de Vilhena está sem leito de UTI e coloca cone Sul em risco

Foto: Divulgação

A nova onda intensa de infecções de COVID-19 no estado de Rondônia vem levando a falta de leitos no sistema público de Saúde, tornando iminente um colapso nos hospitais caso o numero de pessoas doentes pelo vírus não pare de crescer. 
 
No cone Sul de Rondônia a falta de leitos já se tornou uma realidade. Na cidade de Vilhena, principal município da região e local onde fica o Hospital Regional, o diretor geral Clair Oliveira da Cunha, encaminhou um informativo as autoridades públicas alegando não haver mais condições de atender pacientes do COVID-19.
 
De acordo com o diretor do Hospital Regional, não há mais vagas disponíveis na UTI convencional, sendo que até a última semana, cinco pacientes estavam na fila aguardando a oportunidade de serem transferidos para a UTI.
 
Também não há mais ventiladores pulmonares, equipamento de vital importância no socorro aos pacientes infectados por COVID-19.
 
“Sendo assim solicitamos que regulem pacientes provenientes da região Cone Sul, que eventualmente necessitem de UTI, para outra localidade, para que os mesmos sejam atendidos de forma digna”, afirmou o diretor Clair Cunha através do informativo. 
 
Integram o cone Sul do Estado às cidades de Colorado do Oeste, Cerejeiras, Cabixi, Corumbiara, Chupinguaia e Pimenteiras.
 
Confira informativo:
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

CONVOCAÇÃO: SEAAC

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS