BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

CORONAVÍRUS: Testes rápidos e EPIs são distribuídos aos 52 municípios

A distribuição dos 4.800 testes rápidos para diagnóstico da Covid-19, que chegaram no dia 02 de abril, para os 52 municípios de Rondônia, já está em fase final

ASSESSORIA/GOVERNO RO

14 de Abril de 2020 às 14:19

Atualizada em : 14 de Abril de 2020 às 14:35

Foto: Divulgação

A distribuição dos 4.800 testes rápidos para diagnóstico da Covid-19, que chegaram no dia 02 de abril, para os 52 municípios de Rondônia, já está em fase final. O Governo do Estado através da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) destinou os testes aos municípios para atender, prioritariamente, os profissionais que atuam nos serviços de saúde e segurança em atividade e familiares, com diagnóstico de síndrome gripal, que residam no mesmo domicílio.

 

O Governo de Rondônia recebeu os testes do Ministério da Saúde e fez o repasse para o Conselho de Secretários Municipais de Saúde (COSEMS/RO), que está incumbido de repassar aos municípios, com base nos critérios pré-determinados.

 

De acordo com a NOTA TÉCNICA Nº 17/2020/AGEVISA‐SCI – Testes Rápidos para diagnóico da COVID‐19, publicada no portal transparência, apenas os trabalhadores que estão apresentando sintomas podem ser testados. Com o mínimo de sete dias completos, desde o início dos sintomas síndrome gripal e mínimo de 72 horas assintomáticos.

 

Por ser o maior grupo populacional na linha de frente ao coronavírus, os profissionais de saúde e segurança precisam ter essa prioridade, por serem a força de trabalho mais importante neste momento, como destaca o secretário de Saúde, Fernando Máximo.

 

“Temos que cuidar de quem cuida de todos nós, por isso nossos médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, policiais e demais profissionais destas duas áreas precisam ser testados”.

 

O tempo de incubação do vírus é um fator crucial para a eficácia da testagem, uma vez que pessoas com a doença, mas que ainda não tenham manifestado sintomas podem infectar outras pessoas, mesmo que estejam no período assintomático da doença.

 

“A distribuição dos testes é proporcional ao número de habitantes de cada município e está sendo feita em parceria com a Funasa (Fundação Nacional de Saúde) e Ministério da Saúde”, explicou a diretora do COSEMS, Vera Lúcia Quadros.

 

EPIS E INSUMOS

 

Além dos testes, o Governo de Rondônia também está reforçando os Equipamentosde Proteção Individual e insumos aos municípios para que possam atuar no combate ao coronavírus. O envio também está sendo feito pelo Cosems/RO.

 

O teste deve ser realizado respeitando as seguintes condições:

 

Trabalhadores de saúde e segurança pública: mínimo de sete dias completos, desde o início dos sintomas de Síndrome Gripal, e mínimo de 72 horas após desaparecimento dos sintomas;

 

Pessoa com diagnóstico de Síndrome Gripal, que resida no mesmo domicílio de um profissional de saúde ou segurança em atividade: mínimo de sete dias completos, desde o início dos sintomas de Síndrome Gripal, e mínimo de 72 horas após desaparecimento dos sintomas.

                                                                

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS