BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

CORTE: Globo dispensa os atores Glória Menezes e Tarcísio Meira após 53 anos

O casal, que estreou na emissora em 1967, pode, contudo, retornar em contratos pontuais

CORREIO BRAZILIENSE

11 de Setembro de 2020 às 08:43

Foto: Divulgação

Mais dois nomes de longa data da Rede Globo foram dispensados do quadro fixo de funcionários da emissora. Depois de Renato Aragão, Miguel Falabella e outros atores e atrizes, Glória Menezes e Tarcísio Meira encerram um vínculo de 53 anos. A medida faz parte de uma política de cortes de gastos que a empresa está implementando por conta da pandemia do novo coronavírus, que a forçou a paralisar as gravações de novelas e programas de entretenimento e reduziu as receitas publicitárias.
 
O casal, que estreou na Globo em 1967 na trama Sangue e areia, pode retornar em contratos pontuais, de acordo com a colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo. Contudo, os dois não terão mais o vínculo de longo prazo.
 
"Tarcísio e Glória, com quem tivemos uma longa parceria de sucesso, têm abertas as portas para projetos em nossas múltiplas plataformas. Nos últimos anos, temos tomado uma série de iniciativas para preparar a empresa para os desafios do futuro. Com isso, temos evoluído nos nossos modelos de gestão, de criação, de produção e de desenvolvimento de negócios. Em sintonia com as transformações do mercado, a Globo vem adotando novas dinâmicas com seus talentos", informou, em nota, a emissora carioca.
 
Prestes a completar 86 anos em outubro, a atriz está no ar na reprise de Totalmente demais como a malvada Stelinha. Tarcísio Meira, por sua vez, fez o último papel em 2018 em Orgulho e paixão. No entanto, o ator deixou as gravações quase quatro meses antes do previsto porque estava com a saúde debilitada.
 
Cortes
Além dos dois, a Globo desligou, este ano, nomes conhecidos do públicos. Ainda integram a lista o escritor Aguinaldo Zilva, o jornalista Zeca Camargo, a atriz Vera Fischer e o ator José de Abreu. Alguns artistas com contratos mais recentes com a emissora, como José Loreto, Débora Nascimento e Malvino Salvador, também foram desligados. 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS