FALTOU: Presidente Bolsonaro não comparece ao STF e evita depoimento na corte

A decisão de Moraes determinando o depoimento foi publicada na quinta-feira, véspera da data prevista

FALTOU: Presidente Bolsonaro não comparece ao STF e evita depoimento na corte

Foto: Divulgação

O presidente Jair Bolsonaro (PL) não compareceu ao depoimento marcado para a tarde desta sexta-feira (28) na sede da Polícia Federal em Brasília. A oitiva havia sido marcada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), no âmbito de um inquérito que apura o vazamento de dados sigilosos em uma live feita pelo presidente.
 
A decisão de Moraes determinando o depoimento foi publicada na quinta-feira, véspera da data prevista. Na ocasião, Moraes citou que, em 29 de novembro, determinou prazo de 15 dias para a Polícia Federal colher o depoimento de Bolsonaro. Posteriormente, prazo vou ampliado em 45 dias, o que totalizou 60 dias. Este prazo se encerrou nesta sexta-feira sem que Bolsonaro se manifestasse.
 
 
 
Bolsonaro, porém, decidiu não comparecer e a Advocacia Geral da União (AGU) protocolou um agravo regimental ao plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) para saber se o presidente precisa mesmo depor.  Segundo a AGU "ao agente político é garantida a escolha constitucional e convencional de não comparecimento em depoimento em seara investigativa”.
 
Pouco depois de Bolsonaro recorrer, porém, o ministro Alexandre de Moraes entendeu que ele perdeu o direito de se manifestar porque não o fez no prazo correto e por isso concluiu pelo não conhecimento do recurso. Agora, Bolsonaro pode recorrer dessa nova decisão ao plenário da Corte.
 
Pouco antes das 14h, o advogado geral da União, Bruno Bianco, compareceu à sede da PF para informar sobre o recurso ao Supremo e o não comparecimento do presidente.
 
Direito ao esquecimento

Você acredita que a gestão da Segurança Pública (Sesdec) em RO está sendo competente no combate ao crime no estado?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Asprodarc

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS