CRUELDADE: EUA deportam 30 crianças brasileiras para o Haiti em meio a crise migratória

EUA deportam 30 crianças brasileiras para o Haiti em meio a crise migratória

CRUELDADE: EUA deportam 30 crianças brasileiras para o Haiti em meio a crise migratória

Foto: Divulgação

Trinta crianças brasileiras foram deportadas pelos EUA para o Haiti durante a crise migratória nos últimos dias. A informação é da Organização Internacional para as Migrações (OIM), da Organização das Nações Unidas (ONU), dada à BBC News.
 
Até agora, a crise levou cerca de 15 mil haitianos à cidade de Del Rio, no Texas, fronteira com o México.
 
As crianças brasileiras deportadas têm até três anos e estavam com pais haitianos. As famílias saíram do Brasil para atravessar o continente até os EUA. Há pouco mais de uma semana, chegaram à fronteira entre o país e os EUA.
 
Desde o início da crise, cerca de 3,5 mil pessoas já foram embarcadas em voos para Porto Príncipe, capital do Haiti. 
 
As crianças brasileiras são consideradas também haitianas no país caribenho, por serem filhas de nativos, mesmo sem documentos para provar a nacionalidade. 
 
Nascidos no Brasil, os filhos dos haitianos são considerados brasileiros natos, segundo a Constituição Federal. Ao serem deportadas, as crianças tinham somente documentação brasileira.
 
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS