BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

TRISTEZA: Grávida perde filho em trabalho de parto e acusa médico de negligência

A mulher conta que após a morte de seu bebê, outro profissional que a atendeu constatou que a mesma não havia tido dilatação

AC24HORAS

11 de Dezembro de 2020 às 10:35

Atualizada em : 11 de Dezembro de 2020 às 10:35

Foto: Divulgação

Em extenso relato feito numa rede social, Sayonara Simão acusou um médico que trabalha no Hospital Santa Juliana, em Rio Branco (AC), pela morte de seu filho. Grávida, diz que entrou ao hospital para ganhar o filho em condições normais. Atendida por um médico, foi informada de que estava em processo de dilatação e o parto seria normal. Relata ainda que recebeu medicação para indução do parto, mesmo tendo pedido para que não fosse aplicado o remédio.
 
A mulher conta que após a morte de seu bebê, outro profissional que a atendeu constatou que a mesma não havia tido dilatação. Diz ainda que apesar dos insistentes pedidos para que fosse realizada uma cirurgia, o médico, que não é identificado na postagem, aplicou medicamento usado para induzir o parto.
 
Sayonara afirma ainda que depois da aplicação do medicamento, começou a sentir fortes dores e mesmo assim nada foi feito pelo profissional.
 
O jornal ac24horas procurou o Hospital Santa Juliana e a assessoria da unidade de saúde informou que vai abrir uma investigação e apurar o que foi relatado na rede social. Caso algum procedimento errado seja identificado, as providências cabíveis serão tomadas, segundo a unidade de saúde.
 
Veja o relato completo:
 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS