BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Policial federal acusado de matar filha de dois meses no Acre é solto

A mãe da criança afirma que a motivação para o crime seria o fato do policial não querer pagar pensão alimentícia

ALAGOAS 24HORAS

11 de Outubro de 2019 às 10:32

Foto: Divulgação

Cerca de três horas após a prisão em um hospital particular de Maceió, o agente da Polícia Federal Dheymerson Cavalcante Gracino dos Santos foi liberado mediante habeas corpus expedido pelo Superior Tribunal de Justiça.  O Ministério Público do Acre, onde ocorreu o crime, confirmou o HC e disse que irá recorrer do alvará de soltura.

 

O agente foi indiciado pela morte da filha, Maria Cecília, de apenas dois meses de idade no Acre. A criança teria morrido por broncoaspiração (insuficiência respiratória e obstrução das vias aéreas causada pelo excesso de leite ingerido). O agente teria dado 11 vezes mais leite do que a capacidade da bebê.

 

Além de Dheymerson, a mãe dele, avó paterna da criança, também foi indiciada por homicídio qualificado. A mãe da criança afirma que a motivação para o crime seria o fato do policial não querer pagar pensão alimentícia.

 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS