BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

CAFEICULTURA: Concafé chega à quinta edição com R$ 289 mil em prêmios

O primeiro Concafé, realizado em 2016, foi um marco para a história do café de Rondônia

ASSESSORIA

28 de Abril de 2020 às 14:44

Atualizada em : 28 de Abril de 2020 às 14:52

Foto: Divulgação

O Concurso de Qualidade e Sustentabilidade do Café de Rondônia (Concafé) não é mais novidade, mas o evento incentiva cada vez mais produtores rurais a investir na cafeicultura de qualidade no estado. Este é o 5º ano da realização do evento que consagrou cafeicultores rondonienses no país e elevou o estado de Rondônia à categoria de grande produtor de café robusta. As inscrições já estão abertas e vai até 7 de agosto deste ano.
 
O primeiro Concafé, realizado em 2016, foi um marco para a história do café de Rondônia. Com apenas 184 amostras, superou as expectativas de seus organizadores e trouxe um grande incentivo para a lavoura cafeeira que, só de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) arrecadava cerca de R$ 50 milhões (dados do IBGE) para Rondônia.
 
Os primeiros a despontarem como grandes vencedores do Concurso na categoria de Qualidade do Café foram: André Kalk, de Cacoal, Jordy de Souza Castelluber, de Alvorada do Oeste e Marcelo Braun, de Alto Alegre dos Parecis, e o prêmio para a categoria Sustentabilidade ficou com Nilton Marques de Lima, de Alto Alegre dos Parecis.
 
Em 2017, o 2º Concafé ganha notoriedade e a possibilidade de concorrer, em nível nacional, com os melhores cafés do país trouxe nova expectativa aos produtores rurais que passaram a investir no manejo e na qualidade de suas produções. Desta vez, quem surpreendeu os especialistas pelo altíssimo potencial apresentado, principalmente durante as provas de degustação, foram: Tiago Morais Duarte, de Cacoal, Nilton Marques de Lima, de Alto Alegre do Parecis e André Kalk, de Cacoal e na categoria Sustentabilidade, Ronaldo da Silva Bento. A grande surpresa foi o destaque de Rondônia no concurso nacional Coffee of The Year 2017, quando os rondonienses Tiago Novais e André Kalk conquistaram os segundo e terceiros lugares como a melhor bebida na categoria conilon.
 
O ano de 2018 trouxe uma grande novidade. Além da participação de jovens, que mostram que também sabem produzir, o café produzido nas aldeias indígenas ganha destaque. Os grandes vencedores desse ano foram: com apenas 25 anos de idade, o jovem Dione Mendes Bento conquista o primeiro lugar em Rondônia e a 4ª colocação no ranking nacional Coffee of The Year 2018. O segundo lugar no estado vai para a comunidade indígena Rio Branco, representada pelo indígena Valdir Aruá e o terceiro colocado é José Luiz Pezzin, com Ronaldo da Silva Bento, se consagrando bicampeão na categoria Sustentabilidade.
 
No ano passado, com a produção cafeeira de Rondônia aumentando e o estado se elevando ao patamar os grandes produtores de café do país, o número de inscritos no 4º Concurso de Qualidade e Sustentabilidade do Café de Rondônia teve um aumento de quase 200%. Outra novidade foi a participação de 50 mulheres produtoras de café, cuja produção vem ganhando força a cada ano.
 
Em 2019, a viveirista e cafeicultora Poliana Perrut de Lima, de Novo Horizonte do Oeste conquistou o primeiro lugar entre os mais de 300 participantes, ficando a segunda colocação para Dione Mendes Bento e com a 3ª o indígena Wilson Nakodah Suruí. Na categoria Sustentabilidade, o produtor rural Ronaldo da Silva Bento consagra-se tricampeão, e ainda nesse ano, Rondônia conquistou os 2º e 5º lugares no Coffee of The Year 2019, com Dione Mendes e Wilson Nakodah.
 
CONCAFÉ 2020
 
Para este ano, o 5º Concafé traz grandes perspectivas. Com uma produção de 2.198.678 sacas no ano passado, a expectativa para este ano é de um aumento de aproximadamente 6,6%, chegando a 2.344.119 sacas, com uma produtividade de 36 sacas/hectare (Previsão da Conab/2020).
 
O 5º Concurso de Qualidade e Sustentabilidade do Café abriu suas inscrições no último dia 27 e os interessados em participar terão até o dai 7 de agosto para se inscreverem e as amostras deverão ser entregues a partir do dia 11 de maio, nos escritórios locais da Emater-RO em todos os municípios de Rondônia.
 
Realizado pelo Governo do Estado de Rondônia, coordenado pela Seagri, Emater-RO e Idaron, o Concafé 2020 conta com apoio da Câmara Setorial do Café, Caferon, Embrapa, Mapa, Sebrae, Faperon e Senar e vai ter a maior premiação da sua história. São R$ 289 mil reais em prêmios que inclui um trator cafeeiro, um secador de café, valores em dinheiro e vale compras de produtos agrícolas.
 
As inscrições são gratuitas e poderão ser feitas pela internet, acessando a FICHA DE INSCRIÇÃO.
 
O REGULAMENTO também já está disponível nos sites da Emater-RO e da Seagri.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS