BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Produção de etanol de milho alcança 4,7 milhões de litros em Rondônia

As indústrias rondonienses consumiram cerca de 12 mil toneladas de milho para produzir o volume de combustível registrado pela Companhia

ASSESSORIA

27 de Abril de 2020 às 15:00

Atualizada em : 27 de Abril de 2020 às 15:21

Foto: Divulgação

Único representante das regiões Norte e Nordeste na produção de álcool à base de milho, Rondônia já registra uma produção superior a 4,5 milhões de litros do produto. Este é o primeiro ano que o estado registra a fabricação do combustível tendo como matéria prima o cereal, como indica o 4° Levantamento da Safra 2019/2020 de Cana-de-Açúcar, divulgado na última quinta-feira (23), pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).
 
As indústrias rondonienses consumiram cerca de 12 mil toneladas de milho para produzir o volume de combustível registrado pela Companhia. A partir do processamento do cereal para etanol, são retirados como subprodutos os Grãos Secos de Destilaria (DDG – sigla em inglês) e os Grãos Úmidos de Destilaria (WDG – sigla em inglês), ambos utilizados na alimentação animal em substituição parcial do milho. Só de WDG, foram produzidas 4,7 mil toneladas comercializadas com os pecuaristas que detêm confinamentos de bovinos na região.
 
O menor custo de produção do etanol à base de milho, além da crescente produção da segunda safra da cultura e a forte demanda dos segmentos produtores de proteína animal, são alguns dos motivos que fizeram com que as indústrias aderissem cada vez mais ao novo modelo de negócio.
 
Outras informações sobre a produção de etanol e açúcar no país podem ser encontradas no Boletim de Cana-de-Açúcar, disponível na página da Companhia.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS