COVID-19: Portugal afrouxa regras para turistas brasileiros com avanço da vacinação

As restrições foram derrubadas no começo de setembro; país lusitano já vacinou quase 80% da população

COVID-19: Portugal afrouxa regras para turistas brasileiros com avanço da vacinação

Foto: Divulgação

 

Ao longo da última década, o número de brasileiros em Portugal cresceu substancialmente. Em 2020, por exemplo, os brasileiros ocuparam o topo da lista de cidadanias que mais conquistaram autorizações das autoridades portuguesas para viver no país.  Dados preliminares do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras revelam que, de 117,5 mil novos títulos de residência emitidos no ano passado, 41,99 mil foram entregues a brasileiros.

 

A procura para Alugar quartos Porto e também na capital Lisboa era muito alta por causa do turismo, especialmente antes da pandemia causada pelo novo coronavírus. Com a expansão do vírus e a chegada de variantes, as fronteiras foram fechadas e causaram dificuldades econômicas ao país europeu. Em 2019, mais de 1 milhão de brasileiros visitaram Portugal, para se ter uma ideia do impacto.

 

No começo de setembro, no entanto, as autoridades portuguesas afrouxaram as regras para voltar a receber brasileiros em um momento de ampla vacinação no país. A decisão foi publicada no Diário da República, e o documento tem validade até 16 de setembro. A decisão, diz o texto, pode ser revista de acordo com a situação epidemiológica dos dois países, podendo assim restringir viagens não essenciais.

 

As regras estipuladas pelo governo português diferem do que tem sido pedido pela maioria dos países da União Europeia. É preciso apresentar um teste negativo PCR feito até 72 horas antes do embarque ou um teste de antígeno realizado até 48 horas antes. Menores de 12 anos e portadores do passe sanitário europeu estão isentos da apresentação do teste. As mesmas regras valem para turistas do Reino Unido.

 

A vacinação em Portugal tem servido de exemplo para diversos países da União Europeia. Quase 80% da população já está completamente vacinada com as duas doses ou com a dose única. E pouco mais de 75% dos portugueses já receberam uma dose contra a covid-19. No Brasil, por exemplo, o número de pessoas com duas doses ainda não chega a 40%.

 

O Ministério dos Negócios Estrangeiros de Portugal também confirmou o fim da obrigatoriedade de quarentena na chegada ao país. Nos últimos meses, quem viajava do Brasil para Portugal –e não tinha o passe sanitário europeu válido– estava sujeito a um confinamento obrigatório de 14 dias após a chegada ao país.

 

"Obviamente o interesse que o Brasil desperta em Portugal sempre foi muito grande, portanto, se quisermos usar uma linguagem figurada, essa grande ponte que existe no Atlântico entre Portugal e o Brasil nunca foi quebrada, ao contrário, cada vez é mais cruzada por pessoas de um lado e do outro", disse Luís Faro Ramos, embaixador de Portugal no Brasil.

 

Ele completa. "O Brasil é o principal parceiro comercial de Portugal na América Latina e é o terceiro maior fora da Europa. A pandemia veio pausar esse fluxo que estava a correr tão bem até o início de 2020", analisou em entrevista ao jornal Estado de Minas.

 

Essa proximidade entre Brasil e Portugal pode ser evidenciada em diversos setores. Até o fim do ano passado, cerca de 184 mil brasileiros estavam em terras portuguesas, um crescimento de quase 22% em relação a 2019. Não entram nesse cálculo pessoas com dupla nacionalidade, por exemplo. A segunda nacionalidade com mais residentes em Portugal é a britânica, com 46.238.

 

 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS