DIFERENCIAL: Manaus passa a contar com o maior centro de convenções da região Norte

A obra deve aquecer o mercado de eventos e credenciar o estado a receber realizações de grande porte

DIFERENCIAL: Manaus passa a contar com o maior centro de convenções da região Norte

Foto: Divulgação

 

Manaus passou a ter o maior centro de convenções do Norte do país, com a finalização da segunda etapa do Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasquez, que ampliou a estrutura do espaço e contou com R$ 40 milhões do Ministério do Turismo. A obra deve aquecer o mercado de eventos e credenciar o estado a receber realizações de grande porte.
 
 
As obras do Centro de Convenções começaram em 2015, mas, até 2018, apenas 14% do previsto havia sido executado. Com a ampliação, o Centro de Convenções passa a comportar 10 mil pessoas simultaneamente, dispondo de 4 pavimentos em um total de 14.300m².
 
 
O ministro do Turismo ressaltou o trabalho do governo federal voltado à conclusão de projetos inacabados por governos anteriores.
 
 
“Estamos inaugurando um centro de convenções que antes era um monumento ao descaso. O nosso governo tem feito, dia após dia, inaugurações de estruturas que estavam abandonadas”, afirmou Gilson, que também enalteceu atrativos como a pesca esportiva, a contemplação da natureza, o etnoturismo e o turismo gastronômico. “Nada é igual a uma experiência de turismo como o que o Amazonas oferece. Realmente, vocês, e o Brasil, nós somos diferenciados”.
 
 
O governador Wilson Lima, por sua vez, agradeceu o apoio. “O senhor, presidente, está inaugurando uma obra que é um marco para o estado, importante para o turismo. Quero cumprimentar o ministro Gilson Machado, que tem sido um grande parceiro do estado e um grande incentivador e defensor do Amazonas”, disse, reconhecendo também os esforços do governo federal pelo combate à pandemia no Amazonas.
 
 
A cerimônia de inauguração contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro, do ministro do Turismo, Gilson Machado, do governador do estado, Wilson Lima, e do presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, além de autoridades e parlamentares.
 
 
Na ocasião, também foi formalizado um aporte de R$ 1,2 bilhão do Ministério do Turismo para a concessão de empréstimos por meio do Fundo Geral de Turismo (Fungetur) pela Caixa.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS