DETALHAMENTO IPEC: Marcos Rocha é preferido entre evangélicos e católicos preferem Marcos Rogério

Pesquisa mostrou também que as mulheres têm preferência pelo governador e portovelhenses são mais simpáticos ao senador

DETALHAMENTO IPEC: Marcos Rocha é preferido entre evangélicos e católicos preferem Marcos Rogério

Foto: Montagem Jovem Pan

Pesquisa do Ipec, entidade que substituiu o Ibope, divulgada na última quarta-feira (19) detalhou os índices de intenção de voto para o segundo turno de governador baseado na religião, idade dos eleitores e escolaridade.

 

A apuração mostra também como são as possibilidades em Porto Velho e no interior.

 

Foram ouvidas 800 pessoas entre os dias 17 e 19 de outubro em 26 municípios rondonienses. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos, considerando um nível de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número RO‐08968/2022.

 

Em relação ao governador Marcos Rocha (União Brasil), as intenções de voto têm destaque entre:

 

- Mulheres (45%) à frente de homens (37%);

- Com renda familiar mensal superior a 2 salários-mínimos (45%) em relação aos que têm renda de até 1 salário-mínimo (36%);

- Entre evangélicos (46%);

- Idosos com mais de 60 anos (45%);

- Que têm ensino superior (44%) ou ensino fundamental (43%);

- Que vivem em cidades do interior do estado (41%);

- Que avaliam como ótima ou boa a gestão do atual governador (66%);

- Que têm alguém no domicílio recebendo benefícios do governo federal (44%) na comparação aos que moram em domicílios que ninguém recebe (40%).

 

Quanto a Marcos Rogério (PL), as menções são mais expressivas entre:

 

- Homens (48%) à frente de mulheres (33%);

- Jovens de 25 a 34 anos (46%);

- Com renda familiar mensal acima de dois salários-mínimos (43%);

- Que vivem na capital Porto Velho (44%) em relação aos que moram no interior (38%);

- Entre católicos (42%);

- Com ensino médio (45%);

- Que avaliam como ruim ou péssima a gestão do atual governador (70%);

- Que moram em domicílio que ninguém recebe benefício do governo federal (41%) quando comparado àqueles que vivem em domicílios que alguém recebe (36%).

Direito ao esquecimento

Qual você acha que será o resultado do jogo entre Brasil e Suíça nesta segunda-feira (28)?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

MS Teixeira Comercial

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS