ESCLARECIMENTO: Deputado Jesuíno Boabaid questiona paralisação de obras na Avenida Calama

Jesuíno Boabaid afirmou que irá buscar os responsáveis e cobrar esclarecimentos sobre a paralisação e os motivos de a obra ainda não ter sido concluída

ESCLARECIMENTO: Deputado Jesuíno Boabaid questiona paralisação de obras na Avenida Calama

Foto: Divulgação

 

Vários anos se passaram e a comunidade da zona leste que transita frequentemente pela Avenida Calama, no Bairro Teixeirão, sofre com a poeira no verão e lamaçal no inverno. A esperança de dias melhores chegou com o início das obras, mas hoje a comunidade da região vive um pesadelo.
 
Milhares de moradores do empreendimento popular Cristal da Calama sofrem dia após dia para se deslocarem de casa para o trabalho ou escola. Com a paralisação das obras, o tráfego de veículos ficou ainda mais prejudicado, sendo necessário transitar pela Avenida José Vieira Caúla para chegar na região central da cidade.
 
De acordo com populares, valas foram abertas para que seja feita a instalação de manilhas para drenagem e tais aberturas podem resultar em graves acidentes, principalmente pela pouca sinalização informando sobre as obras no local.
 
 
 
 
O denunciante informou ainda que em alguns pontos da Avenida Calama não foram instaladas as manilhas para a drenagem. Destacou, ainda, que quando há forte chuva, a água acumula e chega a passar de 1 metro de altura.
 
Ademais, a iluminação pública no local deixa a desejar. Com alguns pontos escuros devido a lâmpadas queimadas, o risco de assalto à quem passa pelo local é iminente. Alguns pontos de iluminação não estão funcionando, o que facilita a ação de criminosos.
 
Por diversas vezes, moradores realizaram protestos na Avenida Calama, colocando fogo em pneus na tentativa de chamar a atenção das autoridades para que resolvesse o problema de uma vez por todas.
 
Jesuíno Boabaid afirmou que irá buscar os responsáveis e cobrar esclarecimentos sobre a paralisação e os motivos de a obra ainda não ter sido concluída. “Temos que obter uma resposta urgente sobre esse verdadeiro elefante branco que se tornou o asfaltamento da Avenida Calama. A população não aguenta mais, a obra tem que ser feita com qualidade e rapidez, melhorando a vida dos cidadãos”, finalizou o deputado.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Mateus Coelho Alves

Fortbras Autopeças

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS