CULTURA: Mauro Nazif pede que que recursos das leis da cultura sejam respeitados

A MP 1.135, enviada à Câmara pelo poder executivo, adia para 2023 os repasses federais de R$ 3,86 bilhões da Lei Paulo Gustavo

CULTURA: Mauro Nazif pede que que recursos das leis da cultura sejam respeitados

Foto: Divulgação

 

O candidato à reeleição pelo PSB, deputado federal Mauro Nazif, apresentou nesta segunda, 29, emenda à Medida Provisória 1.135, para que os repasses federais das Leis Paulo Gustavo e Aldir Blanc de auxílio à cultura retorne aos prazos aprovados recentemente no Congresso Nacional.
 
A MP 1.135, enviada à Câmara pelo poder executivo, adia para 2023 os repasses federais de R$ 3,86 bilhões da Lei Paulo Gustavo, sendo que deveria ter entrado em vigor 90 dias após a aprovação no Congresso. Já a Lei Aldir Blanc, que destina durante cinco anos R$ 3 bilhões para o setor cultural, foi adiada para 2024, sendo que deveria entrar em vigor em 2023.
 
Mauro Nazif argumenta que a cultura brasileira foi duramente atingida durante a pandemia de covid – 19, sendo a primeira a fechar e a última a voltar, “É inaceitável a contrariedade à decisão do parlamento brasileiro, que entendeu a importância de socorrer a cultura, aprovando as Leis Paulo Gustavo e Aldir Blanc. A cultura brasileira é nossa expressão máxima e deve ser socorrida e resguardada, assim como fizemos para vários outros setores, são trabalhadores que precisam desse auxílio”, disse Nazif.
 
Direito ao esquecimento
Como você classifica a gestão de Aldo Júlio em Rolim de Moura?
Qual pré-candidato à Prefeitura de Ariquemes tem sua preferência?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Claudecir Réboli

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS