AUTISMO: Léo Moraes viabiliza construção da primeira Clínica Escola de Rondônia

Deputado disse que mães sonham com espaço semelhante em Porto Velho, mas precisa haver vontade da gestão municipal

AUTISMO: Léo Moraes viabiliza construção da primeira Clínica Escola de Rondônia

Foto: Divulgação

Vilhena será o primeiro município de Rondônia a receber uma Clínica Escola para Autistas, estrutura que será a maior do gênero de toda a Região Norte, com capacidade para atender até 200 pessoas. A obra será viabilizada por ação do deputado federal Léo Moraes (Pode), que destinou R$ 5 milhões para a construção. 
 
 
Desde que era vereador em Porto Velho, no início de sua jornada política, Léo Moraes esperava contribuir com a criação de um espaço para atender de maneira mais adequada essas pessoas. Quase dez anos depois, em Vilhena encontrou a parceria que precisava para uma corrente do bem. 
 
 
Mãe de dois filhos autistas, Karina Andrade, atual presidente da Associação de Pais e Amigos dos Autistas de Vilhena (Amavi), levou o pedido ao vereador Samir Ali (Pode), que encaminhou-o ao prefeito Eduardo Japonês. O chefe do Executivo acatou e providenciou os projetos estruturais e arquitetônico e o deputado Léo Moraes foi em busca dos recursos necessários.
 
 
“A causa autista é algo que trabalho desde o mandato de vereador. De lá pra cá temos diversas conquistas. Desde a proposição da carteirinha de identificação, sinalização do símbolo do autismo em placas prioritárias, entre outras ações. Nosso mandato sempre esteve e está disponível para contribuir com trabalhos de inclusão aos que necessitam. Vamos dar prosseguimento”, disse o deputado.
 
 
Léo Moraes disse que sua meta é contribuir para a construção de uma Clínica Escola do Autista em Porto Velho. “Aqui temos a maior população de autistas. Centenas de mães sonham com um espaço semelhante, mas o município precisa querer, precisa se dispor a fazer, precisa da decisão do gestor. A partir daí é fazer o projeto e eu me disponho com a maior boa vontade em percorrer os corredores de Brasília em busca de recursos”, comprometeu-se.
 
 
O QUE É?
 
 
O Centro de Reabilitação e Estimulação do Neurodesenvolvimento (Cren), chamado de Clínica Escola do Autista, é voltado para o tratamento de pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Atua como uma escola preparatória para autistas que ainda não estejam inseridos na rede regular de ensino, além de servir como apoio escolar para aqueles que, já inseridos, apresentem alguma dificuldade de aprendizado.
 
 
Sua estrutura deve trabalhar com equipe multidisciplinar. São profissionais nas áreas de psicologia, fonoaudiologia, terapia ocupacional, nutrição, assistência social, intervenção pedagógica (psicopedagogia), educação física, odontologia e psiquiatria.
 
 
DECISÃO ACERTADA
 
 
Por meio de suas redes sociais, o deputado Léo Moraes parabenizou a 1ª Câmara Especial do Tribunal de Justiça de Rondônia, que confirmou sentença do Juízo da 1ª Vara Genérica da Comarca de Cerejeiras e determinou ao Estado que mantenha um profissional em educação nas escolas que existam estudantes com TEA – Transtorno do Espectro Autista. Na mesma oportunidade, Léo Moraes criticou o governo por ter alegado limitações orçamentárias para a contratação dos profissionais.
 
“Ora, porque não diminui os cargos comissionados em prol de reduzir custos e conseguir investir na educação destas crianças?”, questionou em tom crítico.
Direito ao esquecimento

Em qual desses quatro pré-candidatos você votaria se as eleições fossem hoje?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS