BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

AUXÍLIO EMERGENCIAL: Proposta de Léo Moraes pode prorrogar benefício para cinco meses

São mais de 290 fundos que retém um valor aproximado de R$ 200 bilhões

Assessoria

26 de Maio de 2020 às 17:05

Atualizada em : 26 de Maio de 2020 às 17:56

Foto: Divulgação

Previsto inicialmente para três meses, o auxílio emergencial disponibilizado aos brasileiros em situação de fragilidade econômica pode ser prorrogado caso os efeitos da pandemia de Coronavírus permaneçam por mais tempo na economia do país.

 

Por isso, uma grande parte do Congresso Nacional já vem se mobilizando para apresentar propostas que possibilitem a extensão dessa ajuda aos brasileiros que mais sofrem nesse triste momento que o mundo vem passando.

 

O deputado rondoniense Léo Moraes, vem tomando á frente desse debate e já apresentou uma proposta que vem tomando corpo dentro da Câmara Federal, a retirado dos recursos dos fundos públicos para manter o auxílio.

 

“Precisamos ser parte da solução e apresentar saídas para estender o auxilio emergencial para a população brasileira que passa por grandes dificuldades. São autônomas, profissionais liberais e várias outras categorias além dos desempregados”, afirmou Léo Moraes.

 

São mais de 290 fundos que retém um valor aproximado de R$ 200 bilhões, o que de acordo com Léo Moraes, poderia custear o auxílio por mais cinco meses e ainda ficaria para o Estado uma quantia aproximada de R$ 20 bilhões.

 

“Temos de onde tirar, só precisamos otimizar a retirada desses valores para custear a aplicação da extensão do auxílio emergencial”, disse Léo Moraes.

 

Para que essa proposta se torne possível basta a edição de uma medida provisória do Executivo que autorize que os recursos dos fundos públicos, previstos na Pec 187/2019 (Pec dos Fundos), possam ser utilizados para o combate ao Coronavírus.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS