BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

RECOMPENSA - Defensor de Nazif na Câmara, vereador será nomeado secretário

Contrário a todos os pedidos de investigação à atual gestão municipal, Edmilson Lemos, parece ter sua “fidelidade” política a Nazif recompensada com a chefia de uma das pastas mais importantes que integra o sistema de gestão municipal.

Da Redação

29 de Maio de 2014 às 10:37

Foto: Divulgação

Ferrenho defensor de Mauro Nazif (PSB) e líder da bancada do prefeito de Porto Velho na Câmara de Vereadores, o parlamentar municipal Edmilson Lemos (PSDB) deverá assumir a pasta de regularização fundiária do município (SEMUR).

O nome de Lemos à frente de uma das cadeiras do primeiro escalão do executivo municipal mostra o estreito laço político entre o vereador e o prefeito de Porto Velho.

Contrário a todos os pedidos de investigação à atual gestão municipal, Edmilson Lemos, parece ter sua “fidelidade” política a Nazif recompensada com a chefia de uma das pastas mais importantes que integra o sistema de gestão municipal.

Embora nunca tenha explicado ao certo para a sociedade portovelhense o motivo pelo qual teria realizado visitas a integrantes de uma Organização Criminosa (ORCRIM) que estavam detidos no presídio Pandinha no final de 2013, Edmilson avança mais um passo no tabuleiro da política municipal.

Entre os detentos visitados por Edmilson lemos estavam pessoas acusadas de terem montado uma quadrilha para lesar o sistema financeiro público e privado, inclusive vereadores da Câmara Municipal de Porto Velho.

Após a visita Edmilson viajou para o Rio de Janeiro e abandonou a frente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) montada na Câmara de Vereadores para punir cinco parlamentares municipais envolvidos nas denuncias.

Com Edmilson no Rio de Janeiro, a sessão foi realizada e nenhum vereador foi devidamente punido em um dos fatos que se eternizou como uma das maiores “pizzas” da história do legislativo municipal.

Recentemente o nome de Edmilson Lemos foi apontado pelo Tribunal de Contas do Estado de Rondônia em uma lista de parlamentares que terão que devolver dinheiro recebido indevidamente na legislatura municipal em uma estimativa de prejuízo de mais de duzentos e cinquenta mil reais.

Mesmo com tantos fatos constrangedores envolvendo o nome de Edmilson, o prefeito de Porto Velho, Mauro Nazif, entendeu que o vereador tucano é o nome mais habilitado para coordenar a SEMUR.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS