BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Vereador busca área para a reconstrução das casas das vítimas das enchentes

Vereador busca área para a reconstrução das casas das vítimas das enchentes

Da Redação

02 de Abril de 2014 às 16:16

Foto: Divulgação

O vereador Sid Orleans, na primeira hora da manhã desta segunda feira, procurou o Superintendente do Patrimônio da União,  Dr. Antônio Roberto Ferreira, para conversar sobre a disponibilidade de terras, a serem doadas para a municipalidade para a construção das casas das famílias que foram atingidas pela enchente do rio Madeira.

“Toda a sociedade está solidária nas doações para o sustento das famílias que foram atingidas pela enchente do Madeira. A Defesa Civil, Polícia Militar, Bombeiros, todas as autoridades estão desenvolvendo um trabalho digno de aplausos buscando, resgatando e abrigando as pessoas mas infelizmente não vejo o Executivo Municipal preocupado ou anunciando ações que venham a resolver o problema a longo prazo e isto está deixando todos desesperados, desabafa Orleans.

O Superintendente solicitou um prazo do Parlamentar para fazer um levantamento da situação. “ A minha idéia, mesmo com a dificuldade de encontrar o prefeito e fazer com que pelo menos as nossas idéias sejam ouvidas e levadas em consideração, é contribuir. Se não obtivermos um retorno satisfatório então buscaremos outras autoridades e utilizaremos o Ministério Público, caso haja necessidade de denúncia por inoperância e incompetência do Poder Público.

Segundo o vereador, que informou ter visitado os abrigos onde estão a grande parte dos ribeirinhos, principalmente os do distrito de São Carlos, boa parte das pessoas não pretendem morar na área urbana de Porto Velho, querem uma área segura próxima ao Madeira, onde possam ter suas casas reconstruídas pelo Poder Público, recursos para remobiliar as novas residências e viver com as suas famílias.

“Acho que a responsabilidade do Poder Público vai além da doação de novas áreas, residências e indenização para o reparo das perdas. A necessidade de políticas públicas que reintegrem as pessoas ao trabalho, seja ele de pesca, de agricultura ou de outra ocupação é fundamental e um direito. Tirar as pessoas de um lugar para o outro sem ofertar oportunidade de renda para estas famílias também é uma atitude desumana e irresponsável e eu espero que isto não aconteça, desabafa o vereador”.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS