EXTORSÃO: Dona de cabaré é presa por tentar enganar cliente que dormiu após 'noitada'

Dona do estabelecimento citou valores diferentes do suposto débito

EXTORSÃO: Dona de cabaré é presa por tentar enganar cliente que dormiu após 'noitada'

Foto: Meramente ilustrativa

Na noite de ontem, a Polícia Militar foi acionada e compareceu a um conhecido bordel no bairro Jardim Primavera, em Vilhena, onde a proprietária acusou um cliente que estava dormindo dentro de um carro estacionado de estar devendo a quantia de R$ 1.890,00.

 

Ao ser abordado, o suposto devedor disse que estava sendo extorquido pela comerciante e alegou que o valor consumido por ele era bem inferior. A dona da casa noturna também disse que havia sido agredida pelo frequentador durante uma briga entre os dois.

 

Quando a dona da boate disse que a conta do cliente era de R$ 1.300,00, os militares pediram a comanda para investigar a divergência entre os dois valores citados pela mulher.

 

Neste momento, a mulher tomou o celular que estava sendo usado por um policial para filmar a ocorrência e atirou no chão o aparelho, que pertence ao Estado, mas a queda não conseguiu danificá-lo.

 

Quando foi comunicada de que seria apresentada na Unisp junto com o cliente, a mulher se enfureceu e tentou agredir os militares, sendo preciso algemá-la. Uma outra alterou a voz e partiu para cima de outro PM, mas também acabou presa.

 

Na Unisp, para onde foram levadas, as duas “profissionais da noite” dispararam xingamentos contra os policiais, disparando: "Bando de policiais filhos da puta, vocês vão ter que mudar de cidade”. Além dos insultos, ambas teriam feito gestos obscenos para eles.

 

Na sala de contenção, as duas mulheres gritavam e batiam nas grades de maneira descontrolada, e ambas se recusaram a informar os dados pessoais, cadastrais ou registro geral para confecção de ocorrência.

Direito ao esquecimento
Como você classifica o mandato do prefeito Moisés Cavalheiro em Itapuã do Oeste?
O Projeto de lei que acaba com as “saidinhas” de presos deve ser aprovado?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS