INVESTIGAÇÃO: 'Delegado foi morto com tiros de calibres diferentes', diz diretor da Homicídios

Júlio César informou ainda que todos os presentes na festa serão intimados e ouvidos na Delegacia de Homicídios

INVESTIGAÇÃO: 'Delegado foi morto com tiros de calibres diferentes', diz diretor da Homicídios

Foto: Rondoniaovivo

O diretor geral da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida (DECCV) Júlio César Árabe, passou mais detalhes do tiroteio que acabou na morte do delegado José Valney Calixto e de um gerente de posto de combustíveis, Rafael Simão da Silva, 37, na noite de sábado (24) em uma chácara de eventos na Estrada dos Periquitos, bairro Ulisses Guimarães, área Leste da capital de Rondônia.

 

Segundo Júlio César, o delegado Calixto teria sido morto com tiros de calibres diferentes. A confusão que acabou em mortes teria iniciado no momento em que um grupo de amigos que estava no local consumindo bebida alcoólica foi fazer uma brincadeira com o delegado.

 

Houve discussão e neste momento várias pessoas teriam sacado armas de fogo. O delegado e o grupo dele teria ido embora. Segundo testemunhas, o delegado Calixto teria retornado sozinho e disparado contra Rafael, que também atirou.

 

No tiroteio, os dois acabaram morrendo, sendo que o delegado no local e o gerente Rafael no posto de saúde. Um homem identificado apenas como Edpo foi conduzido para a delegacia, haja vista que foi flagrado com uma arma que estava com uma cápsula deflagrada.

 

Júlio César informou ainda que todos os presentes na festa serão intimados e ouvidos na Delegacia de Homicídios, inclusive os proprietários.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS